SANDRA PAES EM UMA SUPER ENTREVISTA – Superou o que muita gente acha insuperável – ‘Limites são construções mentais que a gente faz’

  FOTO 01 - SANDRA PAES

SANDRA PAES

 ‘Limites são construções mentais que a gente faz’

FOTO 04 - SANDRA PAES - ANIVERSu00C1RIO DE 2013 - FOTO  04

Sandra Paes é astróloga, escritora, jornalista e terapeuta. Vivendo nos Estados Unidos há mais de 20 anos, ela atende pessoas do mundo inteiro via on-line.

FOTO 05 - SANDRA PAES - LIVRO ALMA SOBERANAFOTO 06 - SANDRA PAES - LIVRO SONHO E MEMu00D3RIA

Numa entrevista descontraída e ao mesmo tempo intensa, ela nos contou como superou um problema no cérebro que originou seu segundo livro, hoje disponível para vendas na internet. Além disso, comentou sobre as surpresas que a vida nos impõe, e que como somos capazes de desatar amarras interiores, muitas vezes indesejáveis.

FOTO 03 - SANDRA PAESFOTO 02 - SANDRA PAES com a cadelinha KITTY

 

Blog Cris Bortolossi: O que te levou a estudar Astrologia?

Sandra Paes: Muitas coisas, mas basicamente a descoberta feita em Paris, há muitos anos atras, que Astrologia não era uma brincadeira, como eu achava que fosse, na época do Jornalismo. Na redação, o repórter encarregado de redigir o horoscopo do dia, saia perguntando pros colegas o que vou dizer hoje para o signo de touro, ou de gêmeos. Eu realmente achava que era assim, apenas uma coluna pra distrair as pessoas. Aí, uma vez, numa viagem a Paris, eu dei de cara com uma fila na Champs-Élysées, achando que estava na fila do cinema pra ir ver o filme ET, e era na verdade uma fila pra se fazer mapas astrológicos. Quando descobri que tinha um escritório que fazia mapas em mais de oito idiomas, localizado no metro quadrado mais caro do mundo, e com uma fila de fazer curva no quarteirão, vi que tinha que ser uma coisa seria e mundial. E é claro que fui fazer o meu mapa. A precisão da análise e o texto impecável e em português me mobilizou pra querer estudar Astrologia.

Blog Cris Bortolossi: O Mapa Astral é montado também com base no alinhamento dos astros. Diretamente escutamos na mídia sobre a passagem de algum cometa ou outro corpo celeste que não estava nos cálculos dos astrônomos. Isso interfere no mapeamento e também no nosso destino?

Sandra Paes: O mapa astral é montado baseado nas posições planetárias do nosso sistema solar, na hora e local do nascimento da pessoa, ou do evento. Não se faz mapa só pra pessoas, viu? Agora, a passagem de cometas não é analisada porque um cometa é algo muito rápido, e isso não tem influencia nos mapas não. Os movimentos planetários são estudados com rigor e um mapa seria mais ou menos a topografia tirada dos céus na hora em que nasceu a pessoa. Essa configuração constitui basicamente o mapa astrológico. Saber ler isso e saber interpretar isso, requer muitos estudos, viu?

Blog Cris Bortolossi: A astrologia é milenar. Por que ainda não é tão difundida?

Sandra Paes: A astrologia é mais do que milenar e é difundida sim. Os horóscopos estão em todas as revistas e jornais do mundo. Isso é uma divulgação, claro. Todo mundo, de uma forma ou de outra, lê seu horóscopo. Agora, acompanhar isso seriamente com um astrólogo profissional, é outra coisa, né?

Blog Cris Bortolossi: No final dos Anos 80, quando atuava no Brasil, você era solicitada inclusive nos meios de comunicação para responder a alguns questionamentos sobre Astrologia. O que te levou a mudar a rota de seu destino indo para a Flórida, nos EUA?

Sandra Paes: Nos anos 80 eu até dava aula de Astrologia no Rio de Janeiro, e tinha gente que vinha de toda parte do Brasil e do mundo pra se consultar comigo. Eu não saí do Rio de Janeiro pra mudar a rota do meu destino, mas pra segui-lo! Fui estudar nos USA, em NY, a ciência da cura. A gente não tem só uma profissão ou um só talento, certo? Eu sou jornalista, terapeuta, e astróloga também.

Blog Cris Bortolossi: Para encurtar as distâncias foi que nasceu seu site? Fale um pouco sobre ele, que inclusive é usado para consultas. 

Sandra Paes: Meu site se chama ASTROGENTI, o que significa povo da luz. Ele foi criado pra atender a uma solicitação contínua de pôr alguma coisa na internet. Eu já havia escrito pra jornais, em Miami, trabalhado em clinicas, fazendo tratamento em pessoas, e passei a ter atendimentos fora da cidade em que hoje moro. A pessoa que fez o web design pediu pra eu fazer uma pequena biografia minha, etc e ele achou interessante deixar o publico saber da minha trajetória, mais ou menos. Também percebi que seria ideal abrir um consultório on-line. Poupa todo mundo de muitas maneiras. Uma das coisas que inviabiliza muitos encontros são as distancias físicas e a dificuldade de se locomover. Hoje se pode fazer isso pela internet, claro. O mundo virtual abriu várias portas. Poder falar com alguém em Miami, residindo na Europa ou no Brasil deixa de ser um luxo pra ser algo comum, não? Então, eu faço curas à distancia, sessões de terapias também. Não é maravilhoso isso? Eu acho!

Blog Cris Bortolossi: Além de Astróloga, você é Escritora. Fale sobre seus livros, os temas, onde encontramos para compra…

Sandra Paes: Sim, escritora há anos. Já trabalhei para o governo no Brasil escrevendo livros didáticos. Mas há anos venho escrevendo meus próprios livros. Tenho dois livros publicados pelo Clube de Autores, cujos títulos são ALMA SOBERANA e SONHO E MEMÓRIA. Esses livros só podem ser comprados on-line, pelo próprio Clube, cujo link é www.clubedeautores.com.br É só entrar lá e solicitar a compra através dos títulos acima. O primeiro livro é uma coletânea de textos, narrados a partir de uma alma, sobre a vida cotidiana. Uma tentativa que fiz de colocar o leitor a observar tudo como se fosse uma alma em viagem, não apenas uma personalidade reativa ao mundo. O segundo livro, Sonho e Memoria, é uma obra ousada por ter sido feita em minha trajetória pessoal de precisar reconstituir minha memória.

Blog Cris Bortolossi: A vida é cheia de surpresas, algumas boas, outras não. Você teve um problema cerebral neurológico que não se sabe a origem e se ainda por cima é reversível, e que inclusive a fez ter uma perda momentânea da memória. Como superou essa batalha, escrevendo inclusive o livro ‘Sonho e Memória’?

Sandra Paes: Sim! A vida é feita de surpresas. Eu passei por um período com dores de cabeça intensas e continuas. E isso começou a afetar uma região de meu cérebro. Comecei a perder a memória cotidiana mesmo. Um dia, quando percebi que não sabia onde morava, porque lia o nome da rua e aquilo nada significava, percebi algo muito interessante. A gente não sabe das coisas de fato, a gente lê rótulos. O saber é outra questão. Agora, vivemos numa cultura toda codificada alfa numericamente. Temos números de todas as ordens que nos identifica, e nos referencia. Certo? Da carteira de identidade, ao número de telefone, do CPF e de nossos endereços de localização, se se perde isso ou esquece, quem é você? E onde você mora? Percebe? Então, fui fazer uma consulta médica por causa da dor de cabeça e o médico me pediu um exame de ressonância magnética pra descartar a hipótese de tumor cerebral. Não deu tumor não, mas revelou que meu cérebro estava morrendo lentamente de forma muito estranha. Não sabiam dizer por que e se seria progressivo ou não. Eu resolvi me curar, eu mesma. E isso me inspirou a escrever SONHO E MEMÓRIA. A batalha de não perder a memória é contínua. A perda da circulação na cabeça gera dores, entre outras coisas. E eu sempre tive memória fotográfica. Imagine só o que foi pra mim, mergulhar no abismo de que de repente todo o meu hard drive estaria perdido. Descobri que não somos nosso hard drive, e que toda nossa civilização usa e muito da capacidade que temos de armazenar informações. A gente lê, fala, etc, tudo baseado, na maioria das vezes centrado nos dados que acumulamos no cérebro. E somos muito mais do que isso. Podemos ler vibrações. Usamos pouco ou quase nada dessa faculdade que dispomos. Repetimos como papagaios um monte de coisas, que nem sempre faz sentido pra gente. Por que será que não expandimos nossa capacidade de videntes, de claro audientes, etc? Por que usamos muito pouco do que realmente temos capacidade. Mas então, isso não é fascinante? Me abriu trocentas janelas, saber que poderia navegar em outros campos de percepção e escrever o livro Sonho e Memória me ajudou muito nisso.

Blog Cris Bortolossi: Dois dias antes de um dos seus aniversários, você ainda teve um AVC, ficou desacordada por algumas horas e está firme e forte. O que a fez superar também essa surpresa da vida?

Sandra Paes: Dois dias antes de meu aniversário foi marcante mesmo. Eu estava lendo um livro de um neurologista americano que tinha contraído uma meningite bacteriológica raríssima, e entrara em coma e fora desenganado pelos médicos. A meningite come parte do cérebro e em coma, a chance da pessoa voltar a viver é praticamente nenhuma, de acordo, com os conhecimentos médicos ate agora. Pois bem, esse homem voltou e escreveu um livro sobre a experiência dele. Eu leio muito e pesquiso tudo que existe na área. Eu estava lendo esse livro , num dia de verão, aqui em casa, sentadinha no sofá da sala quando senti como se tivesse levado um tiro na cabeça, e desmaiei. Voltei a mim, já escuro lá fora, por tanto mais do que oito horas da noite, devido ao horario de verão. Estava com uma enorme dor de cabeça e percebi que não podia me mover. Literalmente tive que sair do corpo pra tratá-lo. Levei dias pra conseguir voltar a falar, e pra andar direito. Meu lado direito tinha sido prejudicado. Mas não acredito que o medo de não ter solução me domine não. Já fiz tratamentos considerados impossíveis na ciência médica, como reconstituir o tendão de aquiles de alguém que o rompera jogando tênis. Eu sei que somos feitos de luz e energia codificada. Eu sei que o corpo é reciclável, e pode ser reajustado, e se posso fazer isso pra alguém, por que não fazer pra mim mesma? Foi o que fiz. Não procurei nem médicos, nem hospitais, e dentro de uma semana já estava completamente recuperada. Você já pensou quantas vezes uma criança cai no chão antes de conseguir andar? Pois então, eu repetia isso pra mim mesma, e dizia mentalmente, você pode, você vai conseguir. E foi isso mesmo. Se você acredita que pode e não desiste, você pode conseguir coisas extraordinárias. Fé e determinação. Esse é o segredo pra superar qualquer problema, considerado insolúvel.

Blog Cris Bortolossi: Você acredita em limites? Como desatá-los?

Sandra Paes: Limites são construções mentais que a gente faz, cultiva e determina como sendo real. O ser humano se impõe limites pra várias coisas, até pra velocidade de carro. Tudo tem ritmo, e tudo tem uma órbita de harmonia. E conhecer isso, eu penso, é fundamental. Deveria ser ensinado, mas na pratica não é. A gente aprende com a vida e na vida.

Blog Cris Bortolossi: Voltando às suas consultas à distância, você ensina formas de superação aos que estão necessitados?

Sim. Nas minhas consultas eu ensino formas de superação pra tudo. Até superação de dores afetivas e emocionais. As outras o ‘sistema’ passa analgésicos, né! Mas tudo é uma questão simples, muito simples. Checar seus limites ou o que você pensa que são limites e por quê.

Blog Cris Bortolossi: Voltaria a morar no Brasil? Por quê?

Sandra Paes: Voltar a morar no Brasil não é um pensamento nem um desejo, mas também não é impossível. A gente se acostuma ou não se acostuma, né! Rever os hábitos e as zonas de conforto acumulados faz parte da vida também, não do nosso atual sistema cultural de valores, mas o meu está sempre mudando. Eu brinco muito e digo sempre, tudo passa, até a uva passa.

Blog Cris Bortolossi: Quais são seus projetos para 2015?

Sandra Paes: Ainda não pensei em projetos pra 2015, mas você acaba de me inspirar alguns. Por que não?

 

POR: ALEXANDRE NOVASKI

1 comentário Adicione o seu

  1. SandraRPaes@ aol.com disse:

    Obrigada, Cristiane, obrigada, Alexandre, por mais esse trabalho. Que Deus contijue a abencoar voces nessa jornada de divulgar experiencias pra tanta gente! E que elas possam se beneficiar sempre!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s