A influência da família na aprendizagem da criança

 

1402317_470944596372887_3191033780795235301_o

 

 

A influência da família na aprendizagem da criança

 1978788_440005202822137_3401802640836621476_n

 

 

 

 

 

As primeiras aprendizagens de uma criança são adquiridas no grupo familiar e construídas através das relações afetivas desenvolvidas entre os membros da família que permitem ou não que a aprendizagem ocorra de modo satisfatório.

O sistema familiar pode ser imensamente complexo e afeta cada criança de forma distinta em seu desenvolvimento. Dentro de seu ciclo vital, a família passa por momentos característicos próprios, vivenciando crises, adaptações, passando por mudanças que se refletem no caráter do grupo. As atitudes e ações dos membros desse grupo afetam uns aos outros, podendo ser benéficas ou maléficas ao novo aprendente.

10802031_440005562822101_6851801982573693963_n

A criança, em seu contexto familiar, aprende valores culturais, noções, conceitos, maneiras de agir e de ser. Aprende de forma habitual a atuar no mundo e de interpretá-lo em situações cotidianas. Aprende a aprender perguntando, experimentando, participando de atividades com outras pessoas, e essas aprendizagens dos primeiros anos, de acordo com Gardner Apud César Coll Salvador et al (1999, p. 161), são fundamentais e formam raízes para aprendizagens futuras. Porém, algumas atitudes dos membros da família podem estimular ou inibir a aprendizagem da criança, sua curiosidade natural, sua criatividade, sua autonomia.

Um ambiente familiar estimulante é aquele em que os adultos dão atenção à criança, respondem às suas perguntas, satisfazem sua curiosidade, expõem-na a situações inovadoras, participam de brincadeiras direcionadas à sua aprendizagem, permitem que ela explore novos horizontes e a incentivam a experimentar novos desafios.

10945747_440005359488788_2933330568658817746_n

Assim, a criança, em seu contexto familiar, através das práticas educativas, da interação e da relação vincular estabelecidos entre seus membros vai construindo sua modalidade de aprendizagem para interagir com as outras pessoas, com a escola e com a sociedade, sentindo facilidade ou dificuldade no desenvolvimento de novos saberes.

 

Bibliografia

BEE, Helen. A ecologia do desenvolvimento: a criança dentro do sistema familiar in : A criança em desenvolvimento. Artmed: São Paulo, 2003.

SALVADOR, César Coll. As práticas educativas familiares in : Psicologia da educação. Artmed: Porto Alegre, 1999.

67446_339331452867536_2085073785_n

Cássia Maria Braga de Almeida

Pedagoga, Psicopedagoga, graduada em Letras, pós-graduada em Ortografia e Texto da Língua Portuguesa e com especialização em Educação Especial – DM.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s