DICAS CULTURAIS – DIVIRTA-SE

 

foto0000

DICAS DE TEATRO

O ator e diretor Elias Andreato tem sempre uma agenda lotada. Além de Elza e Fred (outra indicação de hoje), A Graça do Fim e Myrna Sou Eu, o artista assina a direção de Florilégio II – Nas ondas do rádio. Todos esses espetáculos já estão há tempo em cartaz, com sucesso de público e crítica.

  florilégio

Florilégio II – Nas ondas do rádio entra em cartaz no Museu da Casa Brasileira, depois de temporada, no mesmo local, no ano passado, com APRESENTAÇÕES GRATUITAS, entre 7 de fevereiro e 29 de março (sábados e domingos às 16h00.

O musical revive os momentos áureos do nosso rádio e faz uma homenagem aos seus reis e rainhas.

Sem grandes estruturas cênicas, o encanto fica para o talento dos atores /cantores, que interpretam as canções com carisma e competência.

No repertório, estão composições da cultura popular brasileira, de autores como Cartola, Ataulfo Alves, Zé Keti, Dorival Caymmi, Herivelto Martins, Assis Valente e Lupicínio Rodrigues, entre outros. E destaque especial para “Os cantores do Rádio” de Alberto Ribeiro, João de Barro e Lamartine Babo.

No elenco, estão os excelentes Carlos Moreno (conhecido pelo seu trabalho em comerciais, especialmente para a Bom Bril), Mira Haar e Patrícia Gasppar. A direção geral é de Elias Andreato e arranjos e direção musical de Jonatan Harold.

Uma montagem deliciosa, que nos faz viajar no tempo através de sucessos que fazem parte da história de nossa MPB e mostram o quanto a nossa arte é primorosa.

 

Ficha Técnica e Serviço:

Direção Musical e Arranjos: Jonatan Harold

Cenários e Figurinos: Mira Haar

Produção Administrativa: Sonia Kavantan

Produção Executiva: Rosangela Longhi

Fotos: João Caldas

 

De 7 de fevereiro a 29 de março. Sábados e domingos às 16h00 – Entrada Gratuita. Museu da Casa Brasileira. Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano

Tel.: 11 3032-3727. Acesso a pessoas com deficiência / Bicicletário com 40 vagas. Estacionamento pago no local. Livre.

 elza e fred 2

Elza e Fred é outra peça que merece ser vista. Também com direção de Elias Andreato, a montagem é baseada no texto de Marcos Carnevale, Lily Ann Martín e Marcela Geraghty, que foi grande sucesso no cinema (produção argentina).

Fala do amor na maturidade de uma maneira tocante. Provoca riso e emoção, mostrando que nunca é tarde para amar.

Mais uma vez, Elias Andreato assina uma direção que prima pela sensibilidade, com cenas que valorizam a poesia do texto e o talento dos atores.

Na trama, Fred, logo após ficar viúvo, muda-se para um novo prédio e lá conhece a vizinha Elza. Ela é comunicativa e faz de tudo para ser feliz. Tem um defeito: mente, não por maldade, mas mente! Já Fred é mais quieto e hipocondríaco.

Mesmo com as diferenças, Elza e Fred estabelecem uma bonita relação de amizade, cumplicidade e amor.

 

Espetáculo delicioso.

“O amor que envelhece os preconceitos. O amor é mágico… Ele faz o tempo correr ao contrário!

O que envelhece não é o tempo, é o cotidiano enfadonho, que cria a nossa incapacidade de se comover diante do sorriso de uma mulher ou de um homem… ou diante de tudo que nos provoca vida e prazer.”

 

               Trechos da fala de Elias Andreato sobre o espetáculo.

 

Ficha Técnica e Serviço:

Tradução: Rodrigo Paz

Elenco: Suely Franco, Umberto Magnani, Mayara Magri, Igor Dib, Luciano Schwab, Fernando Petelinkar, Antonio Aguerre, David Leroy e Eduardo Estrela

Cenários e Adereços: Fábio Namatame

Figurinos: Fábio Namatame

Iluminação: Wagner Freire

Trilha Sonora: Jonatan Harald

 

Teatro Renaissance: Alameda Santos, 2233. Cerqueira César (metrô Consolação) / Informações: 3069.2286. Bilheteria: de terça a domingo, a partir das 14h. Aceita dinheiro e cartões Visa e Mastercard. Não aceita cheque. Estacionamento no local – R$ 30.

Vendas: www.compreingressos.com / 2226-8038. Sextas às 21h30 | Sábados às 21h | Domingos às 19h30. Ingressos: R$ 80.  De 06 de fevereiro até 08 de março. Duração: 80 minutos. Recomendado: 12 anos.

monólogos da vagina

Outro espetáculo que tem conquistado a plateia, e por isso está sempre reestreando, é a comédia Monólogos da Vagina.

Monólogos da Vagina está comemorando 15 anos de sucesso absoluto e fará curta temporada no Teatro Fernando Torres.

O texto já foi produzido em mais de 150 países e traduzido para mais de 50 idiomas. A primeira temporada brasileira aconteceu em 2000, no Teatro Clara Nunes, no Rio de Janeiro.

No palco, as personagens encenam depoimentos verídicos de mulheres que refletem sobre a própria sexualidade.

A autora, a escritora e ativista americana Eve Ensler, colheu histórias de mulheres por todo o mundo e transformou as narrativas em texto teatral.

O objetivo de Eve foi tentar chegar à conclusão do porquê falar sobre vagina ainda é um grande tabu. Além de falar sobre esse órgão feminino, a peça trata da violência contra a mulher.

Numa época em que as montagens ficam poucos meses em cartaz, principalmente por causa dos patrocínios que não cobrem longas temporadas, trabalhos como Monólogos da Vagina são considerados fenômenos de público.

 

Curiosidade: Maquiagem de Maximiliana Reis para a peça

 

Ficha Técnica e Serviço:

Texto: Eve Ensler.

Concepção e adaptação: Miguel Falabella.

Cenário: Cássio L. Reis

Trilha composta: Ricardo Severo

Figurinos: Anderson Bueno e Milton Fucci Júnior

Produção: Cássio Reis

Elenco: Fafy Siqueira, Adriana Lessa e Maximiliana Reis.

 

Teatro Fernando Torres. Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé – Fone: 2227-1025 . (Próximo ao metrô Tatuapé), Ingressos: – Sextas às 21h30 – R$ 50,00 (meia entrada R$ 25,00) – Sábados às 21h – R$ 60,00 (meia entrada R$ 30,00) – Domingos às 19h – R$ 50,00 (meia entrada R$ 25,00). Aceita todos os cartões de crédito e débito – não aceita cheque. Curta Temporada: 06-Fev-15 a 08-Mar-15. Meia Entrada: Estudantes, professores da rede estadual e municipal de São Paulo, aposentados e idosos acima de 60 anos. Indispensável apresentação de documento comprobatório no ato da compra do ingresso e da entrada ao espetáculo. Vendas: Ingresso Rápido (http://www.ingressorapido.com.br) Curta nossa fan page no facebook: https://www.facebook.com/teatrofernandotorres. Bilheteria do Teatro Fernando Torres – 3a a 5a feiras: 14h às 20h – 6a feiras a Domingo: 14h até início do espetáculo. Informações: (11) 2227-1025. Recomendado: 12 anos. Duração: 90 minutos

Minhas-Verdades- unnamednnn

 

 

 

 

 

Também no teatro Fernando Torres, a talentosa e carismática Nany People conta fatos da sua trajetória profissional e pessoal no espetáculo Minhas Verdades.

Nany está sozinha no palco e não tem pudores para falar sobre a sua vida. Ela solta o verbo e convida a plateia a meditar e se divertir com suas observações, sempre provocadoras e divertidas.

Teatro Fernando Torres. Rua Padre Estevão Pernet, 588 – Tatuapé – Fone: 2227-1025 . (Próximo ao metrô Tatuapé), Temporada: 06-Fev-15 a 27-Mar-15

Sextas-Feiras: 23h30. Ingressos: R$ 40,00. Recomendado: 14 anos. https://www.facebook.com/teatrofernandotorres. http://www.teatrofernandotorres.com.br/

 

Para ir além do teatro:

 

Quando for ao Teatro Popular do Sesi, não deixe de conferir a exposição Leonardo da Vinci, a natureza da invenção.

O acervo, que traz máquinas, desenhos, projetos e esboços, faz parte da coleção do Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia Leonardo da Vinci (MUST), em Milão, na Itália

Na mostra, o público entrará em contato com mais de 40 objetos produzidos em 1952 para a celebração do quinto centenário de nascimento do artista (1452-1519).

Também integram a exposição dez instalações interativas que marcaram e representam a trajetória desse gênio das artes no mundo.

 

Entre os destaques, estão peças raras, como a grua com 4,5 metros de altura e 500 kg, projetada por Filippo Brunelleschi (1377-1446). Com esta grua, o domo de cobre da igreja Santa Maria del Fiore (Florença, na Itália), pode atingir mais de cem metros de altura.

 

Serviço:

Galeria de Arte do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1.313, em frente à estação Trianon-Masp do Metrô) Até 10 de maio de 2015 – diariamente, das 10h00 às 20h00. Agendamentos de grupos e escolas: 11 3146-7396, de segunda a sexta, das 10h00 às 14h00 e das 15h às 18h00. Entrada gratuita. Os espaços têm acessibilidade.

 

 

Por Nanda Rovere

Historiadora, jornalista e crítica teatral

nandarovere@gmail.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s