DICAS CULTURAIS – DIVIRTA-SE

logo alto impacto_2

BLOG

10988316_457439334412057_7822708522873859463_o

DICAS CULTURAIS – DIVIRTA-SE

Dicas de Teatro

Já faz sete semanas que envio dicas de teatro. Dá pra acreditar que já estamos em março?

São muitos espetáculos em cartaz e espero que essas dicas ajudem na hora da escolha.

mel-lisboa-musical-rita-lee-mora-ao-lado

Depois de longa temporada de sucesso em São Paulo, o musical Rita Lee Mora ao lado viaja pelo Brasil. Dias 6, 7 e 8 de março fica em cartaz em Santo André. Certamente os ingressos estão esgotados, mas no endereço https://www.facebook.com/ritaleemoraaolado/timeline é possível acompanhar a passagem da peça pelas cidades brasileiras.

O musical mistura ficção e realidade para falar da trajetória pessoal e profissional da rainha do Rock. A  história é inspirada no livro “Rita Lee Mora ao Lado – Uma Biografia Alucinada da Rainha do Rock”, do escritor Henrique Bartsch. Mel Lisboa é a protagonista e merece elogios por sua interpretação (Melhor atriz de musicais pelo Prêmio Qualidade Brasil).

Além de mostrar a carreira de um grande nome da nossa música, o espetáculo tem como mérito a trilha sonora. Em cena, o elenco interpreta sucessos  como Ovelha Negra, Ando Meio Desligado, Agora só falta Você, Banho de Espuma, Menino Bonito, Ando Meio Desligado, Esse Tal de Roque Enrow e Panis et Circenses.

¨Merece atenção a participação do ator e canto Fabiano Augusto no papel de Ney Matogrosso. Uma das melhores cenas da apresentação, onde o artista interpreta Sangue Latino e Bandolero. Foi Ney quem apresentou o Roberto de Carvalho para a Rita Lee¨. (Trechos da dica que enviei para o site Folha da Cultura: http://www.folhadacultura.athus.tv/2014/10/rita-lee-mora-ao-lado.html)

Ficha Técnica e serviço:

Roteiro e Texto: Debora Dubois, Márcio Macena e Paulo Rogério Lopes

Direção: Debora Dubois e Márcio Macena

Direção Musical: André Aquino

Elenco: Mel Lisboa, Carol Portes, Rafael Maia, Yael Pecarovich, Samuel de Assis, Fabiano Augusto, Débora Reis, Antonio Vanfill, César Figueiredo, Fábio Ventura, Flávia Strongolli, Nanni Souza, Nellson Oliveira, Talitha Pereira. Músicos: Felipe Cruz, Gregory Paoli, Junior Gaz, Marcio Guimarães, Robson Couto

Teatro municipal de Santo André – Praça IV Centenário, 01 – Centro – Santo André/SP. Dias: 06, 07 e 08 de março / Horários: Sexta 21h30 – Sábado 21h30 – Domingo 18h00. Recomendado:14 anos. Ingressos: Inteira: R$ 120,00 . VENDAS: Bilheteria do teatro e Internet – www.bilheteriaexpress.com.br. Duração: 140 min.

 

a lista1

A Lista está em cartaz no Teatro Eva Herz. O texto, inédito no Brasil, é uma adaptação da obra de Jennifer Tremblay, que originalmente foi criada para o teatro e depois foi transformada em livro.

No palco, Clarice Niskier interpreta uma mulher canadense (de nome indeterminado) que reside num pequeno vilarejo, é casada, dedicada dona de casa, mãe de três filhos.

Ela carrega uma grande culpa porque não ajudou uma vizinha e amiga, Caroline, num momento em que ela lhe pediu um favor. Quando ela se deu conta da falha, já era tarde demais!

Diariamente, uma lista é elaborada, mas imprevistos deixam certas obrigações ¨para escanteio¨e colocam outras tarefas como urgentes.  A vida é pacata no interior, mas cuidar da casa e dos filhos ocupa boa parte do seu tempo e ela não percebeu que a sua amiga, grávida, precisava da sua atenção.

Clarice narra fatos do cotidiano e os encena para que o espectador visualize as situações. Ela explora com maestria a alma de sua personagem e não pára um minuto.  Os seus movimentos são intensos e ocupam o palco todo.

Apesar de A Lista ter sido concebida no modo tradicional do palco italiano, a atriz fala diretamente com a plateia, como se estivesse contando a história especialmente para cada espectador.

A trilha sonora original, os figurinos e cenário estão a serviço da dramaturgia, reforçando as nuances de uma mulher que tenta ser perfeita, mas não consegue.

A atriz é responsável pela movimentação dos objetos, merecendo destaque uma cadeira de balanço, e também pela troca constante  dos adereços do seu figurino.

A mudança da localização dos objetos delimita os diferentes espaços em que as ações ocorrem; a troca de adereços reforça as suas inúmeras atividades do cotidiano, seja dentro de casa ou na rua.

Ficha Técnica e Serviço:

Texto: Jennifer Tremblay

Tradução: Risa Landau

Direção Artística: Amir Haddad

Direção Geral: Clarice Niskier

Cenário: Luis Martins

Figurino: Kika Lopes

Iluminação: Aurélio de Simoni

Música Original: José Maria Brag

Teatro Eva Herz

Conjunto Nacional

Endereço: Av. Paulista, 2073 – Bela Vista – São Paulo/SP

De 23 de janeiro a 29 de março de 2015

Sextas e Sábados, às 21h00; Domingos, às 19h00

Duração: 60 minutos. Recomendado: 16 anos. Ingresso: R$60

A Alma Imoral – também é imperdível.

No mesmo teatro, Clarice apresenta A Alma Imoral. Também excelente espetáculo, que está há oito anos em cartaz.

A peça é uma adaptação teatral do livro “A Alma Imoral”, de Nilton Bonder. Fala de temas como religião e biologia, provocando reflexões sobre as atitudes humanas e os preceitos religiosos.

Ficha Técnica e Serviço:

A Alma Imoral ( também no Eva Herz):

Elenco/Direção: Texto: Adaptação de Clarice Niskier

Reestréia dia 28 de Janeiro (quarta) Temporada: até 29 de Março

Quartas e Quintas, às 21h00

Duração: 70 minutos. Recomendado:  17 anos.

Conjunto Nacional

Endereço: Av. Paulista, 2073 – Bela Vista – São Paulo/SP

 

Adoravel Garoto

Adorável Garoto faz curta temporada no Teatro Nair Bello.

Com direção de Maria Maya, o texto do celebrado dramaturgo norte americano, Nicky Silver fala de amor, culpa, memórias e julgamento.

A peça tem pitadas de humor para contar a história de Isaac (Michel Blois), que, depois de ano vivendo sozinho, volta à casa dos pais, Harry (Leonardo Franco) e Nan (Isabel Cavalcanti), em busca de abrigo porque está passando por um drama pessoal.

Quando ele chega em casa, encontra o lar desestruturado devido à incomunicabilidade entre seus pais.

Ele conta aos pais que está passando por um problema e eles ficam desesperados. Fazem de tudo para salvar e proteger o filho, que desrespeitou um código moral, e o fato serve para que os seus pais fiquem mais próximos.

Ficha Técnica e Serviço:
Autor: Nicky Silver
Adaptação: Gustavo Klien
Tradução: Roberto Bürguel
Direção: Maria Maya
Elenco / Personagem:
Isabel Cavalcanti / Nan
Leonardo Franco / Harry
Michel Blois / Isaac
Mabel Cezar / Dra. Elizabeth Hilton
Raquel Rocha / Delia
Direção de Arte, Cenários e Figurinos: Ronald Teixeira
Direção de Movimento: Vietia Zangrandi
Iluminação: Adriana Ortiz
Designer: Letícia Andrade
Assistente de Direção: Álvaro Chaer
Preparação Vocal: Veronica Machado
Fotos: Daniel Chiacos

Teatro Nair Bello (200 lugares). Shopping Frei Caneca – Rua Frei Caneca, 569 – 3° andar. Telefone: 3472-2414. Bilheteria: de terça a sexta, das 14h às 21h30; sábados das 14 às 21h e domingos, das 14 às 18h. Aceita todos os cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Estacionamento R$ 7 até duas horas. Vendas: www.ingresso.com e tel.: 4003-2330. Sexta às 21h30 | Sábado às 21h00 | Domingo às 18h00. Ingressos: R$ 40. Recomendação: 16 anos. Duração: 80 minutos. Estreia dia 27 de Fevereiro de 2015. Temporada: até 29 de março.

mit

Mostra Internacional de Teatro de São Paulo. O MIT SP., na sua segunda edição, tem espetáculos com entrada gratuita (Arquivo, no Itaú Cultural e As Irmãs Macaluso, no Teatro Flávio Império) – retirada de ingresso duas horas antes do início). Há também sessões pagas (vale verificar se ainda tem ingressos porque eles foram vendidos com muita antecedência).

A programação tem como foco questões relativas às zonas de conflito que envolvem Rússia e Ucrânia, Israel e Palestina, ¨considerando as tensões existentes nas relações humanas e nos espaços geográficos, e os modos como o diálogo entre esses povos pode dar-se na esfera das artes e traduzir-se em encenações contemporâneas¨, como diz o release.

Uma novidade desta edição é a primeira coprodução internacional com a Holanda, para a estreia mundial em São Paulo do espetáculo Canção de Muito Longe, dirigido por Ivo van Hove, que traz o grupo Toneelgroep Amsterdam.

Além das peças, haverá uma série de ações que buscam promover a formação do olhar dos espectadores, sob uma perspectiva crítica e provocadora. (Olhares Críticos)
Nos Encontros Formativos acontecerão intercâmbios entre artistas internacionais e brasileiros.
Mais informações: http://mitsp.org/

Idealização e direção artística: Antonio Araujo

Idealização e direção geral de produção: Guilherme Marques

Para ir além do teatro:

 

periferia em movimento

 

Para quem mora na periferia, o acesso aos eventos da região central é mais difícil, mas existe uma programação bacana nas regiões mais afastadas do centro. Pouco, claro, perto do que os moradores merecem, isso é fato, mas vale a pena acompanhar o que acontece de interessante nessas localidades. Uma dica é visitar o blog https://periferiaemmovimento.wordpress.com/ mantido pelo Periferia em Movimento . 

Segundo os seus realizadores ¨é um coletivo de comunicação sobre, para e a partir das periferias. Um canal de formação de público, difusão e apoio das ações sociais, culturais, políticas e econômicas que nascem, crescem e se desenvolvem nas bordas das grandes cidades, especialmente em São Paulo¨. Vale a pena frisar que eles também indicam eventos em regiões mais próximas do centro, mas que tenham acesso gratuito ou com baixo custo.

Mais sites:
http://www.cantareira.org/

 

 

 

Por Nanda Rovere

Historiadora, jornalista e crítica teatral

nandarovere@gmail.com10928848_440169949472329_4709229467753456317_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s