MARCOS BARROS – UM ARTISTA QUE FAZ ACONTECER

logo alto impacto_2

BLOG

 

DSCN9126

 

 

 MARCOS BARROS – UM ARTISTA QUE FAZ ACONTECER

Marcos Barros é ator, diretor, produtor, e também empresário no ramo de motos. Idealizador do ‘Encontro Nacional de Atores e Diretores de TV e Cinema’ (que teve seu ponta pé inicial em novembro de 2014), ele acaba de realizar a segunda edição do evento, que reuniu parte da classe artística no último dia 06 de Março, na Mansão Carioca, Alto da Boa Vista, zona oeste do Rio de Janeiro.

 

Numa entrevista exclusiva ao Blog (presente na festa para cobrir cada momento), Marcos falou sobre o insight que teve e que culminou nesse encontro entre os artistas e produtores no intuito de trocar ideias, deu uma palhinha sobre as próximas edições e contou ainda sobre seus novos projetos no audiovisual.

DSCN9124

Blog Cris Bortolossi: De onde surgiu a ideia desse grande evento?

Marcos Barros: Eu pensava em alguma coisa para promover os atores e, sentado em casa, orei para nosso papai do céu me iluminar e a ideia veio como um relâmpago. Fiz a primeira edição com trinta e cinco dias, agora a segunda, e terei a terceira já em agosto no Estado de Santa Catarina, e em novembro ou dezembro em Nova York. O negócio tá caminhando, tá ficando bom. E agradeço a oportunidade de vocês estarem aqui comigo. E a gente continua batalhando aí.

11025201_1558438697751862_4203445490657455828_n

Blog Cris Bortolossi: Há necessidade de que mais eventos desse porte com o objetivo de reunir a classe sejam realizados para que saiam novas ideias, novos projetos?

Marcos Barros: Sim, claro! O objetivo do evento é esse. Eu o criei porque justamente não tem nada igual. O convite que recebi do Rodrigo Silas lá de Nova York é pelo fato de não ter no Brasil e no mundo algo parecido. Existem festivais internacionais de cinema, há a entrega do Oscar, mas um evento que reúne num grande encontro diretores, produtores, atores famosos, atores anônimos, para troca de ideias não tem. Tá tudo dando certo, graças a Deus. E vou continuar na luta. Meu trabalho é dar oportunidades e não canso, não.

Blog Cris Bortolossi: Você atua no ramo artístico como ator, diretor e produtor. Dentre eles, existe um que você goste mais?

Marcos Barros: Isso é um mistério, né. Porque o ator sempre gosta de estar na frente das câmeras. Mas quem atua, produz e dirige passeia por sensações diferentes. O nervosismo que o ator geralmente sente quando está diante de um diretor, para quem atua, produz e dirige é um pouquinho menor. As três áreas são maravilhosas. Qual dos três é o melhor? Eu acho que é um conjunto, não dá pra dizer qual é o melhor.

Blog Cris Bortolossi: Você já atuou, dirigiu e produziu um único projeto?

Marcos Barros: Eu estou no filme ‘Escravidão’ da Alessandra Leles. Sou diretor de elenco, produtor executivo e ator.

Blog Cris Bortolossi: Fale um pouco sobre o teaser do filme ‘Escravidão’, apresentado no Encontro.

Marcos Barros: Quando fazemos um teaser, ele não é aberto ao público. Foi colocado no evento, pois o encontro é voltado a isso, fazer uma apresentação de um teaser para que pessoas saberem em primeira mão quais serão os filmes que estarão no cinema. O propósito real é esse, criamos um teaser para apresentar às distribuidoras, às coprodutoras e aos patrocinadores, trazendo assim recursos para que possamos produzir o filme. Não são todas as pessoas e produtores que precisam de todo esse trâmite, de todo esse trabalho. O cara já tem a distribuidora, o capital para fazer o filme, e consegue realizá-lo. Já temos o dinheiro, estamos trabalhando com garra, e o objetivo do teaser do ‘Escravidão’ é esse, conseguir patrocínio e conseguir a distribuidora. Temos três delas interessadas e se Deus quiser ele estará nos cinemas em dezembro.

Blog Cris Bortolossi: O cinema brasileiro tende a seguir a mesma linha do norte americano sem depender diretamente das leis de incentivo que fazem a ponte entre o produtor e o patrocinador?

Marcos Barros: Infelizmente a cultura do Brasil e termos de patrocínio e distribuição de verba ainda é curta. O que existem são muitas pessoas talentosas, mas ainda estamos atrás das produções internacionais. O povo brasileiro, os diretores, parecem ter medo e os investidores mais medo ainda em apostar num filme. Tem o filme ‘Rio 2’, que é encabeçado por pessoas do Brasil, mas que foi produzido lá fora. O filme é maravilhoso! Em termos de ficção científica como vemos no exterior, nosso país ainda engatinha. O propósito desse encontro aqui é apresentar novos filmes, um ver o trabalho do outro e aprimorar o seu. Mas o Brasil ainda está longe de ter uma produção como vemos lá fora.

Blog Cris Bortolossi: O que você diria como incentivo para as pessoas que buscam seu espaço, sejam elas diretores, atores, produtores?

Marcos Barros: Existem pessoas que dizem ‘não deixe de sonhar e corra atrás’. Eu não gosto de usar o termo ‘correr atrás’, e sim o ‘correr na frente’. Então, tudo que eu faço, eu uso o ‘correr na frente’. Isso é importante. Sonhar não custa nada, mas para se que realize algo é necessário trabalhar muito. Há quem tenha seu sonho, mas não consegue trabalhar. É difícil? É! Não vou enganar ninguém não, é muito difícil. É difícil pra mim, pra qualquer pessoa, e todo famoso já esteve na situação de anônimo, mas ele batalhou muito pra chegar onde tá. E é o que eu faço, batalho muito a cada dia pra subir um degrau na minha vida, e com isso dar a oportunidade para que outros também subam degraus junto comigo. Não digo atrás de mim, que subam comigo e os que já estão na frente me levem. Eu deixo claro aqui pra que eles acreditem em si. Não deixe que ninguém diminua o trabalho deles, a pessoa deles. Mas se estudar, se quiser, vai conseguir. Esse é o meu conselho: batalhe, acredite, que você vai conseguir.

Blog Cris Bortolossi: Uma pessoa adquire a técnica ou ela já nasce com o dom?

Marcos Barros: Eu não acredito muito em dom. Acho que a pessoa nasça com uma determinada capacidade de aprender algo. E nem todas as pessoas sabem da facilidade das coisas que ela tem pra aprender. Alguns atuam e conseguem obter o sucesso, mas às vezes isso não satisfaz a pessoa. Isso é uma incógnita, né. Muitas vezes você está faturando e acredita que aquilo é o bom pra você, que seja o seu talento, e não é. O talento acontece a cada dia, a cada descobrimento novo, a cada esforço seu você descobre o potencial, que é individual e está dentro dele, e só ele saberá ao certo o que melhor lhe satisfaz.

Blog Cris Bortolossi: Algum novo projeto além das novas edições do Encontro e do filme ‘Escravidão’?

Marcos Barros: Sou produtor e ator do filme ‘Pedro, Um Amor Escrito nas Estrelas’, e estou com uma peça chamada ‘A Plateia’, onde teremos além de mim mais 10 atores famosos lidando diretamente com o público. Não posso dizer ainda o que é, mas é um espetáculo que lhe garanto: ainda não tivemos algo parecido no Brasil. Gosto dessas coisas inovadoras e que fazem mudar um pouco a concepção. Esse evento é um deles, e já estou pensando lá na frente em fazer algumas coisas novas no intuito de deixá-lo mais luxuoso, mais agradável, com mais credibilidade aos patrocinadores. Essa é a segunda edição e estamos batalhando. Tenho ainda mais três projetos, dois longas e outra peça. Estou ajudando na produção e faço parte do elenco do filme ‘O Diário de um Playboy’ do Otávio Escobar (direção) e do Milton Campos (direção de elenco). São trabalhos maravilhosos! Daqui pra frente vocês verão coisas fantásticas acontecendo.

 

 

 

POR: ALEXANDRE NOVASKI1977417_441776982644959_4175533726705654136_n

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s