10º Prêmio África Brasil 2015

DSCN8511

 

10Prêmio África Brasil 2015

 

O evento celebra a Década Internacional dos Afrodescendentes (1 de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024) e busca a promoção da diversidade, igualdade e respeito ao próximo.

Formaram a mesa para o início da Premiação, o presidente da Assembléia Legistativa Fernando Capez, a deputada estadual Leci Brandão, o presidente do Centro Cultural Africano (ONG), Otunba Adekunle Aderonmu (naturalizado brasileiro nasceu em Abeokutá, na Nigéria). O ator, cantor e bailarino Sebastian, conhecido devido aos comerciais da loja C&A, foi o mestre de cerimônia.

DSCN8571

A sessão solene, de caráter multicultural, foi realizada com o objetivo de homenagear personalidades que contribuem para a valorização do intercâmbio entre Brasil e África, em suas áreas de atuação profissional, e, através de suas ações, fazem com que as tradições africanas permaneçam vivas.

Promovido com a idealização do Centro Cultural Africano e acolhido por unanimidade pelos deputados, o 100 Prêmio África Brasil 2015 ocupou a sala principal ( onde acontecem as votações) da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo – Alesp.

A cerimônia do Prêmio contou com apresentação artística, vídeo mostrando a presença africana no Brasil, discursos institucionais políticos, relacionados ao cotidiano da Assembleia e às ações em prol da população Africana e afrodescendente no Brasil..

DSCN8516_1

A deputada Leci Brandão parabenizou os realizadores e disse que a premiação deve servir para inspirar e orientar outras pessoas em ações de ajuda aos africanos e afrodescendentes.

O troféu, denominado Mama África faz alusão ao dia de Libertação da África, comemorado em 25 de maio. ¨a Mama África é a mãe do povo negro brasileiro, que tem lutado com bravura para vencer batalhas e realizar grandes feitos¨, salientou Leci.

Entre os agraciados com o troféu estão Fernando Pires ( pelo conjunto de sua obra como arquiteto de sapatos¨; Beth Beli, coordenadora do grupo Ilú Obá de Min ( bloco de carnaval com bateria só de mulheres), a Promotora Eliana Passarelli, a jornalista Lu Barbosa, o Dep. Fernando Capez na categoria Políticas Públicas, a Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, a empresária Cozete Gomes e a cantora Paula Lima.

Na Segunda, 25 de maio, Otunba lança o livro Ifá – filosofia e ciência da Vida, a partir das 18h30, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional ( Av. Paulista, 2073). A renda da obra será revertida em projeto de ajuda aos Nigerianos, que sofrem com atentados e explorações de todos os tipos. O objetivo é atender futuramente outras Nações africanas.

Sobre o Centro Cultural Africano

Organização sem fins lucrativos, fundado em 1999, pelo nigeriano Otunba (rei) Adekunlè Aderonromu, com a missão de fortalecer o intercambio entre o Brasil e a África, valorizar a solidariedade, a ética, a esperança, o talento, o respeito, além de manter viva às tradições culturais africanas e afrodescendentes, contribuindo para o desenvolvimento do patrimônio oral, material e imaterial, segundo a UNESCO.

A jornalista Nanda Rovere e o fotógrafo Motta

representaram o Blog da Cristiane Bortolossi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s