Constellation – uma viagem musical pelos anos 50 revive os anos dourados, com romantismo, bom humor e muita música.

11796463_10207952579595258_7125029681476403982_n

Constellation – uma viagem musical pelos anos 50 revive os anos dourados, com romantismo, bom humor e muita música. 

Dirigido por Jarbas Homem de Mello e escrito e idealizado por Cláudio Magnavita, Constellation fez muito sucesso no Rio e no momento faz temporada no Espaço Promon, em São Paulo.

A trama é ambientada em Copacabana, Rio de Janeiro, na época Capital Federal (1955). Constellation foi concebido a partir de pesquisas sobre o período, realizadas por Cláudio Magnavita, jornalista especializado em aviação.

Lovie Elizabeth, Andreia Veiga e Jullie

O título reflete o desenvolvimento da época: a Varig adquiriu o avião Super Constellation G, uma aeronave moderna que inaugurou uma rota bem mais rápida entre Rio de Janeiro e Nova Yorque – reduziu o tempo de vôo de 72 horas para 20 horas.

Claro que a aeronave não era perfeita, mas ela demonstra o quanto as relações entre os Estados Unidos e o Brasil se intensificaram. A partir desse momento surgiu uma geração que tinha como modelo os astros e a cultura estrangeira, isso sem contar a elite, que tinha maior facilidade para as suas viagens.

Na peça, a jovem Regina Lúcia (Jullie) quer muito conseguir passagem para Nova York no voo inaugural do Super Constellation G, em um badalado concurso da Rádio Nacional.

Ela é uma moça romântica, que mora num quarto e sala em Copacabana com a mãe (Lovie Elizabeth) e a Tia Maria da Penha (Andrea Veiga). Uma família moderna, já que a mãe de Regina é separada e a tia é bailarina do Cabaré Casablanca. de Carlos Machado.

Elenco, produção e equipe criativa

O público acompanha a dedicação de Regina para ganhar o concurso e conquistar a passagem para o voo inaugural do avião Super Constellation G, bem como os momentos que antecedem a viagem para Nova York.

A história, que mistura ficção com fatos reais, representa uma época em que residir nesse bairro da zona sul carioca se transformou num desejo para muitos jovens sonhadores pela american away of life.

Um dos destaques da montagem é a trilha, que ambienta a ação nos anos 50. Os atores/cantores interpretam hits da época, como  Only You, The Great Pretender, Unforgettable, Happy Day e Stand by Me.

Jarbas Homem de Mello conta que já dirigiu vários musicais, mas é o seu primeiro trabalho de direção no Rio de Janeiro. ¨É especial, pois a peça trata de uma época de muito romantismo, Copacabana vivia seu apogeu, as pessoas se arrumavam mesmo para ficarem em casa¨ – diz o diretor.

Mello já atuou numa versão de Constellation, em São Paulo, e foi convidado para participar desse projeto pelo produtor Frederico Reder.

Reder ressalta que é apaixonado por Constelllation e que com essa remontagem pretende trazer um novo olhar sobre uma obra de qualidade e que merece ser vista e revista.

A diretora musical Beatriz De Luca, o diretor Jarbas Homem de Mello e o produtor Frederico Reder

Constellation traz um elenco competente, que executa coreografias interessantes e tem talento para a interpretação e para o canto. Um musical de qualidade e que certamente agradará todo tipo de público, mas especialmente os apaixonados pelos anos dourados.

Ficha Técnica e Serviço:

Texto e Idelização: Cláudio Magnavita. Direção: Jarbas Homem de Mello. Direção Musical e Arranjos: Beatriz De Luca Coreógrafa e Diretora Assistente: Vanessa Guillen. Diretor Geral de Produção: Frederico Reder. Cenógrafa: Natalia Lana. Figurino: Patrícia Muniz. Visagismo: Dicko Lorenzo. Visagismo SP: Marcelo Kauffman. Desenho de Luz : Wagner Freire. Desenho de Som: Fernando Fortes. Elenco: Andrea Veiga, Jullie, Lovie Elizabeth, Marcio Louzada, Drayson Menezzes, Franco Kuster, Murilo Armacolo, Gabriel Calixto e Marco Azevedo. Band Leader: André Barros.Pianista Ensaiador: Fernando Biral. Banda Constellation: ndré Barros (Guitarras e Banjo), Fernando Biral (Piano), Clovis Badari (Bateria e Percussão) e Rodrigo Oliveira (Contrabaixo Elétrico e Acústico). Texto Off: Claudia Gois. Criação de projeção: Thiago Stauffer | Studio Prime. Direção de palco:Thiago Catelani.

LOCAL: Teatro Espaço Promon – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 1830 – Itaim Bibi

BILHETERIA: (11). 3071-4236 Funcionamento bilheteria: de quarta a domingo das 14:00 às 20:00, ou até começo dos espetáculos em cartaz). TEMPORADA: 02 de agosto a 27 de setembro de 2015. HORÁRIO: Quinta e Sexta às 21h00, Sábado às 19h00 e 21h30 e Domingo às 18h00. PREÇO: Quinta, Sexta e Domingo ingressos a R$ 120,00 (inteira) e R$ 60,00 (meia). Sábado a R$ 150,00 (inteira) e R$ 75,00 (meia).

 

Por Nanda Rovere10928848_440169949472329_4709229467753456317_n

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s