Dicas Culturais para a primeira semana de outubro

Outubro chegando com muitas dicas culturais.

Bom Passeio!

caesar

Depois de temporada de sucesso no Sesc Santo André, a peça CAESAR – COMO CONSTRUIR UM IMPÉRIO, clássico de William Shakespeare, está em cartaz em São Paulo. Adaptação e direção de Roberto Alvim.

No palco, os excelentes atores, Carmo Dalla Vecchia e Caco Ciocler,  encenam uma adaptação de Julius Caesar, de William Shakespeare, que fala da disputa pelo poder.

Os atores transitam por todos os personagens para que o jogo político se evidencie nas trocas permanentes de discursos e apresentam uma expressão vocal e corporal de grande impacto, com precisas movimentações em cena.

O foco de Alvim está na palavra, com pouca luz. Os atores trazem na voz toda a força dos personagens.

Destaque para a trilha sonora original, composta especialmente para a encenação, e executada ao vivo. O cenário também merece atenção: milhares de moedas cobrem o chão.

Na trama, há uma conspiração contra o governante romano Júlio César para assassiná-lo e as consequências são drásticas.

Segundo Alvim, que encena pela primeira vez um texto de Shakespeare, é uma tragédia épica sobre um grande homem público e as contradições do poder, mas é também uma reflexão profunda acerca do poder das palavras no jogo político, sobre o modo como as palavras podem ser usadas para mudar o rumo da História. “A peça desvela o mecanismo através do qual os discursos redesenham os fatos, e estes desenhos mudam de acordo com as circunstâncias”, conta ele.

A vontade de montar esse clássico nasceu quando o diretor observava os debates políticos nas últimas eleições presidenciais. “Aquele uso manipulatório das palavras e dos afetos me fez lembrar de algumas cenas de Julio César. Para mim, montar esse espetáculo pareceu, então, algo emergencial”, explica.

Ficha Técnica e Serviço:

Texto – William Shakespeare.

Direção e Adaptação – Roberto Alvim.

Pianista – Composição Trilha Sonora Original  – Vladimir Safatle.

Assistente de Direção – Juliana Galdino.

Cenografia e Iluminação – Roberto Alvim.

Figurinos – João Pimenta.

Projeto Gráfico – Felipe Uchôa. Fotos e Vídeos – Laerte Késsimos e Leekyung Kim. Direção Técnica e Operação – Vinícius Tardelli. Cenotecnia – Diego Dac e Saulo Santos. Visagismo – Alex (Salão Pierà).

Produção – Gelatina Cultural. Direção de Produção – Ricardo Grasson e Cícero de Andrade. Assistentes de Produção – Vivian Vineyard, Felipe Costa e Ivy Sousa.

Realização – Club Noir.

CENTRO CULTURAL SÃO PAULO – Sala Jardel Filho – Rua Vergueiro, 1000 –Estação de metrô Vergueiro. Telefone – (11) 3397-4002. Bilheteria – Terça a sábado, das 13 às 21h30, domingo, das 13 às 20h30. Capacidade – 321 lugares. Acesso para deficientes físicos. www.centrocultural.sp.gov.br Duração – 60 minutos. Recomendado: 16 anos. Temporada – Sextas-feiras e sábados às 21 horas e domingos às 20 horas. Ingressos – R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada). Vendas online pelo site http://www.ingressorapido.com.br. Até 25 de outubro.

mantenha fora do alcance do bebe

Ùltima semana pra conferir: Sucesso de público e crítica o espetáculo MANTENHA FORA DO ALCANCE DO BEBÊ tmbém volta aos palcos da capital paulista. A montagem, com elenco formado por Débora Falabella, Anapaula Csernik, Jorge Emil e Diego Dac, faz nova temporada no Teatro do Sesc Ipiranga.

A peça, uma das três premiadas na 1ª Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos do Centro Cultural São Paulo, mostra personagens inusitados, com cenas que beiram o surrealismo, e uma situação também anormal, que o público acompanha a partir de uma entrevista de uma mulher (Débora Falabella) que quer adotar um bebê e a chegada de Rubens (Jorge Emil), o marido da entrevistada. A moça é interrogada pela assistente social (Anapaula Csernik) e mostra uma personalidade insegura e opiniões absurdas.

Além desses personagens, um lobo selvagem acompanha a conversa e uma superpopulação de lobos toma ruas, calçadas e linhas de metrô.

O texto é inteligente e nos faz pensar em como os seres humanos podem ser fúteis. O fato é inusitado, mas cada vez mais os seres humanos estão perdendo a noção de respeito.

Ficha Técnica e Serviço:

Texto – Silvia Gomez.

Direção, Cenografia e Adereços – Eric Lenate. Assistência de Direção – Janaína Afhonso.

Elenco – Débora Falabella, Anapaula Csernik, Jorge Emil e Diego Dac.

Assistência de Cenografia – Saulo Santos.

Figurinos e Adereços – Rosângela Ribeiro.

Iluminação e Adereços – Alini Santini. Mascareiro – Fábio Pinheiro.

Direção de Palco – Diego Dac e Saulo Santos.

Trilha Sonora, Sonoplastia e Engenharia de Som – L.P. Daniel.

Projeto Gráfico – Laerte Késsimos.

Fotos de Cena e Vídeos – Leekyung Kim.

Direção de Produção – Ricardo Grasson. Produção Executiva – Cícero de Andrade e Ricardo Grasson. Assistente de Produção – Fran Ferraretto e Felipe Costa.

Realização – Centro Cultural São Paulo. Produção – Gelatina Cultural Produções Artísticas.Idealização – Sociedade Líquida. Ilustração – Adriana Komura.

SESC IPIRANGA – Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga. Telefone – (11) 3340-2000. Acesso para deficientes físicos. Bilheteria – De terça a sexta das 12 às 21 horas, sábado das 10 às 21h30 e domingo e feriado das 10 às 18 horas (ingressos à venda em todas as unidades do SESC). Capacidade do Teatro – 200 lugares. Não há estacionamento. www.sescsp.org.br. Duração – 80 minutos. Recomendado:  14 anos. Temporada – Sextas-feiras e sábados às 21 horas e domingos às 18 horas. Ingressos – R$ 30,00; R$ 15,00 (meia-entrada) e R$ 9,00 (credencial plena). Até 4 de outubro.

dramaturgia

Núcleo de Dramaturgia SESI – British CouncilSolilóquios, de Amarildo Felix, e Em Abrigo, de Fernando Aveiro,  estreiam no Espaço Mezanino do SESI Paulista sob direção de Johana Albuquerque A produção é da 6ª turma do Núcleo de Dramaturgia SESI – British Council (2014). O objetivo é divulgar os textos mais representativos e fomentar o trabalho de jovens dramaturgos brasileiros revelados pelo projeto. Grátis.

Os espetáculos fazem parte do 7º Ciclo do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council no Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso, em São Paulo, que traz três semanas de reflexões sobre Dramaturgia e Liberdade de Expressão, com espetáculos, seminários, workshops, palestras, leituras dramáticas, mesas-redondas e encontros com renomados dramaturgos brasileiros e estrangeiros (Escócia, Alemanha e Uruguai.

Sinopses dos espetáculos:

Solilóquios

Solilóquios mostra uma história de amor sob o prisma da incomunicabilidade, a partir de ex-amantes que estão em fase de separação e apresentam uma convivência tumultuada (¨estilhaços pelo caminho, diálogos ocos, solilóquios verborrágicos, na tentativa desesperada de mascarar o inevitável: a separação¨).

Em Abrigo

Mourão é acusado de pedofilia devido ao relacionamento com sua filha e passa por um processo de castração química para adequar-se às normas e padrões estabelecidos como aceitáveis pela sociedade.

Realizou várias montagens na EAD, entre eles, Danton 5, direção da Coletiva Núcleo dos 5, sob supervisão de Cristiane Paoli Quito e José Fernando Peixoto de Azevedo, em 2012.

7º Ciclo do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council no Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso, em São Paulo. De 21 de setembro a 8 de outubro.

São três semanas com espetáculos, seminários, workshops, palestras, leituras dramáticas, mesas-redondas e encontros com renomados dramaturgos brasileiros e estrangeiros (Escócia, Alemanha e Uruguai), onde os convidados expõem opiniões e compartilham experiências sobre o tema Dramaturgia e Liberdade de Expressão. Gabriel Calderón (Uruguai), Lutz Hübner (Alemanha), David Harrower (Escócia) e os brasileiros Aimar Labaki, Amauri Falseti, Dib Carneiro Neto e Nelson Baskerville são alguns dos participantes. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público em geral. O Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council tem coordenação da jornalista e dramaturga Marici Salomão. Todas as atividades são gratuitas.

Ficha Técnica e Serviço:  Solilóquios

Texto: Amarildo Felix

Direção: Johana Albuquerque.

Elenco: Luciano Gatti e Erica Montanheiro. Cenário: Kleber Montanheiro. Figurinos: Leopoldo Pacheco. Trilha Sonora: Pedro Birenbaum. Iluminação: Francisco Turbiani

Técnica e Serviço:  Em Abrigo

Texto: Fernando Aveiro.

Direção: Johana Albuquerque.

Elenco: Joca Andreazza (Mourão), Daphne Bozaski (Menina e Ísis), Paulo Vasconcellos (Velho), Francine Souza (Enfermeira), Manoela Afonso (Jornalista). Cenário: Julio Dojcsar.

Figurinos: Silvana Marcondes.

Trilha Sonora: Pedro Birenbaum.

Iluminação: Aline Santini.

PARA AMBAS AS PEÇAS:

Design Gráfico: Helena de Barros. Fotos: Alexandre Catan. Produção Administrativa: Anayan Moretto. Coordenação de Produção: Johana Albuquerque e Anayan Moretto Concepção e Direção Geral: Johana Albuquerque. Produção: Bendita Trupe. Realização: SESI – SP

Temporada: de 24 de setembro a 20 de dezembro

Datas e horários: Em abrigo, as quintas e sextas-feiras, às 20h30

Solilóquios, sábados, às 20h30 e domingos, às 19h30

Sessões extras em dezembro: Em Abrigo, dias 6 e 20 de dezembro às 16h30

Solilóquios, dias 29 de novembro e 13 de dezembro às 16h30

Local: Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp – Ruth Cardoso (Av. Paulista, 1313 – Metrô Trianon-Masp). Capacidade: 50 lugares. ENTRADA FRANCA. Retirada de ingressos no dia do espetáculo na bilheteria do teatro, de 5a a Sab, a partir das 13hs e dom a partir das 11 hs. Duração: Solilóquios: 60 minutos / Em Abrigo: 60 minutos.

esparrama

Para todas as idades:

O espetáculo Esparrama pela Janela deu início a um projeto de ocupação do Minhocão em São Paulo. O lugar fecha para os carros aos domingos e os atores da Cia Esparrama tiveram a ideia brilhante de ocuparem a janela de um prédio ( duas, na verdade), que está localizado na R Amaral Gurgel.

Por esse espetáculo original, que mistura palhaço, manipulação de bonecos e objetos, humor e música, o Grupo Esparrama recebeu importantes, e merecidos, prêmios de teatro infantil da América Latina e teve enorme sucesso de público e crítica.

Nessa peça eles falam da cidade e seus problemas através de um morador de um prédio, que desesperado com o movimento das ruas e o barulho da cidade, tenta amenizar o nervosismos com a música.

O sucesso foi tanto que conseguiram o apoio do Itaú e já apresentaram o segundo trabalho no local, Minhoca na Cabeça, que além de janela, ocupou o Minhocão.  O Rumos do Itaú Cultural possibilitou a ocupação do local de janeiro a julho de 2015, com o projeto Janelas do Minhocão, que chegou a reunir cerca de 1200 pessoas em uma única apresentação do espetáculo.

Agora o grupo volta com Esparrama pela Janela e as apresentações acontecem nos domingos de outubro.

Serão 3 temporadas, com o apoio do Prêmio Zé Renato.

O grupo merece muitos aplausos. Realiza  trabalhos criativos, que discutem o cotidiano na metrópole, sem deixar de lado a diversão.

Imperdível! Uma oportunidade ímpar para curtir um excelente espetáculo e passear pelo centro da cidade.

Mais informações e a programação completa, você encontra na página: facebook.com/esparrama

Ficha Técnica e Serviço:

Direção – Iarlei Rangel

Roteiro – Grupo Esparrama

Elenco – Kleber Brianez, Ligia Campos e Rani Guerra

Consultoria de Cenografia, Figurino e Adereços – Jaime Pinheiro

Adereços e Cenotécnica – Jacqueline Nascimento

Fotos – Sissy Eiko

Assistente de Adereços e Consultoria de Som e Luz – Tulio Pezzoni

Costureira – Terezinha Campos

Mixagem de Som – Fabrício Savanela

Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais– Luciana Gandelini

Produção – Iarlei Rangel

Operador de som – Sebastián Curti

Temporada: domingos de 04 a 25 de outubro de 2015. Horário: 16h30. Duração: 45 minutos.

Recomendação: Livre. Ingressos: Grátis. Local: Minhocão (Elevado Costa e Silva) entre o Metrô Santa Cecília e a Rua da Consolação Acesso do público: Pelas alças de acesso do Minhocão no Metrô Santa Cecília ou da rua da Consolação. Nestes pontos haverá sinalizações indicando o local da apresentação.

No dia do evento, mais informações e um mapa são disponibilizados na página do Facebook do Grupo Esparrama e no caso de chuva, o espetáculo não acontece.

biombo

Na peça inspirada nos dramalhões mexicanos, Atrás do Biombo fala de uma consagrada atriz de Teatro e TV (Márcia Manfredini) – Dona Abigail, do seriado A Grande Família, da TV Globo- que vive a decadência da sua carreira.

A crise profissional acontece depois de uma estreia, quando ela recebe no camarim um renomado jornalista (Alessandro Ramos) para uma entrevista exclusiva. Ele a convence a contar segredos de sua vida e isso prejudica a sua carreira.

Nessa produção, o diretor Blota Filho, que também é ator, reforça a parceria de sucesso entre Márcia Manfredini e Alessandro Ramos, que integraram, em 2014, o elenco do espetáculo Cada Um Tem o Anjo que Merece, que ficou em cartaz ao longo de todo o ano.

Ficha Técnica e Serviço:

Direção: Blota Filho.

Texto: Aldo Calmolez.

Elenco: Márcia Manfredini (jornalista), Alessandro Ramos (jornalista), Scott Sherman (personagens que fazem parte do passado da atriz)

Adm. e Produção: SW Produções

Temporada: Sábados, 21h. Até 31 de outubro, no Teatro APCD. Endereço: Rua Voluntários da Pátria, 547, Santana (próximo ao metrô Tietê). Bilheteria: Quarta a sábado, das 15h00 às 22h00; domingo, das 15h00 às 20h00. http://www.compreingressos.com / Telefone: (11) 2223-2424. Recomendado: 12 anos. Duração: 70 minutos. Capacidade: 800 lugares. Ingressos: R$50 (inteira), R$25 (meia) e R$15 (associados e funcionários APCD).

doidas e santas.jpg

No Rio:

Doidas e Santas é um espetáculo interessante, que coloca em evidência a trajetória de Beatriz (Cissa Guimarães), uma psicanalista em crise no casamento. Seu marido (Oscar Magrini) é turrão e machista e não tolera a ideia da separação. Além de mostrar a relação com o seu marido, a protagonista se relaciona com a irmã, a mãe e a filha, vividas pela excelente atriz Josie Antello.

Passou por São Paulo e diversas cidades brasileiras.

A peça, livremente inspirada no livro homônimo de Martha Medeiros, objetiva falar sobre as alegrias, desilusões e neuroses da vida urbana, mas sem deixar de lado o humor.

Ficha Técnica e Serviço:

Da obra de Martha Medeiros / Texto: Regiana Antonini

Direção: Ernesto Piccolo

Elenco: Cissa Guimarães, Oscar Magrini e Josie Antello

Stand-in de Josie Antello: Tatá Lopes

Direção Musical: Rodrigo Penna/ Cenário: Sérgio Marimba/ Iluminação: Jorginho de Carvalho/ Figurino: Helena Araujo e Djalma

Brilhante/ Design Gráfico: Thomaz Velho

Produtor executivo: Fernando Cunha / Gerente de Projeto: Gabriela Mendonça / Direção de Produção: Paula Salles

Coordenação de produção: Maria Siman

Idealização do Projeto: Cissa Guimarães

Realização: Primeira Página Produções Culturais e BG Produções Artísticas

https://www.facebook.com/doidaesanta

Duração: 95 minutos. Classificação etária: 12 anos. TEMPORADA BARRA:

TEATRO DOS GRANDES ATORES DE 05 DE SETEMBRO A 01 DE NOVEMBRO SÁBADOS 21H E DOMINGOS 20H30

show em Itu

Para ir além do teatro:

Em Itu/SP – 2016

Tomorrowland Brasil, o maior festival de música eletrônica do mundo, acontece entre os dias 21 e 23 de abril (2016) em Itu/SP

Fonte: Boletim informativo Sâo Paulo

O evento terá o mesmo tema do aniversário de 10 anos, comemorado no ano passado junto a 360.000 pessoas, em Boom, na Bélgica, sua cidade natal: “The Key to Happiness“.

The Key to Happiness significa uma espécie de chave mítica que só quem tem coração puro pode usar para libertar todo o mundo da escuridão, devolvendo a criatividade e a alegria.

Na Bélgica, os ingressos foram enviados para os compradores dentro de pequenas caixas e a chave era utilizada para abrir o “Mágico Baú do Tesouro”, que guardava a pulseira que permitia a entrada na festa e ainda serviria de carteira.

Claro que os preços são salgados, mas resolvi dar essa dica assim mesmo, porque os ingressos da primeira edição no Brasil esgotaram-se em apenas 3 horas!

As atrações não foram confirmadas ainda.  Para garantir o ingresso, os realizadores indicaram a realização de um pré-registro até o dia 11 de setembro no site. Se você quer saber como funcionará a venda agora, visite: tomorrowlandbrasil.com

Ingressos Tomorrowland Brasil 2016 – The Key to Happiness

Dias 21, 22 e 23 de abril

Parque Maeda, Itu/SP

Pré-registro até o dia 11 de setembro no site tomorrowlandbrasil.com

Valores dos ingressos

R$ 399 pista

R$ 799 vista vip

R$ 899 pista full madness (válido para os três dias)

R$ 1.899 pista full madness vip

Para quem pretende comparecer aos três dias de Festival, é possível encontrar acomodações dentro do próprio Parque Maeda, visite tomorrowlandbrasil.com/dreamville.

programa CCBB educativo

Sabia que o CCBB tem programa educativo, com diversas atividades, como contação de história, atividades musicais, debates e palestras?

http://culturabancodobrasil.com.br/portal/ccbb-educativo/

Para saber mais:

No Rio de Janeiro:

O programa CCBB Educativo realiza visitas às exposições e atividades diversas para famílias, grupos escolares, professores, pessoas com deficiência, ONGs e instituições, sempre com acesso gratuito.

Para mais informações, entre em contato pelos telefones 3808-2070/2254 ou nos procure no 1º andar do CCBB.

PROGRAMAÇÃO

Quartas, quintas e sextas-feiras

Visitas mediadas às exposições: 11h00, 12h00, 13h00, 17h00, 18h00. (O arte-educador estará na primeira sala da exposição no horário programado).

Reconhecendo o CCBB (visita de patrimônio): 17h

Sábados, domingos e feriados

Livro Vivo (classificação livre): 11h, 17h00

Pequenas Mãos (03 a 06 anos): 15h00

Musicando (a partir de 7 anos): 15h00

Contação de Histórias (classificação livre): 16h00

Brasília:

Visitas mediadas às exposições em cartaz, além de atividades especiais nos fins de semana. O atendimento é oferecido às escolas e grupos mediante agendamento prévio. Veja diariamente disponibilidade para público espontâneo.

Centro Cultural Banco do Brasil

(61) 3108-7600

 

Sâo Paulo:

Literatura, Música, Artes Cênicas, Contação de Histórias e Artes Visuais

Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro

(11) 3113-3651/3652

 

Belo Horizonte:

Centro Cultural Banco do Brasil

Praça da Liberdade, 450 – Funcionários

(31) 3431-9400

O CCBB Educativo realiza visitas mediadas e atividades relacionadas às exposições e à história do prédio do CCBB, sempre com acesso gratuito.

Informações pelos telefones (31) 3431-9440/9441

Todas as atividades têm duração média de 45 minutos.

Crianças devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s