Dicas da Nanda para quem gosta de passeios culturais

vendidas

A tragicomédia Vendidas, de autoria do dramaturgo, diretor e compositor, Leo Lama, está em cartaz no Teatro Viradalata, em São Paulo.

O texto foi escrito em 1999 e já foi levado aos palcos com duas versões: por Roberto Lage, com o título de Putas, e uma encenação no bar do teatro N.E.X.T, em 2004, com o nome de Perdidas.

Nessa nova montagem, o texto traz questões relacionadas à violência contra a mulher e ao abuso infantil doméstico.

O público acompanha um encontro de seis mulheres num happy hour, quando uma delas diz que se prostitui.  A partir daí, a conversa coloca em discussão questões relacionadas às relações humanas: discursos enganosos, espiritualidades fajutas, seduções baratas e relações de amor, afeto e amizade esvaziadas em superficialidades e conversas rasas.

A diretora Bia Szvat concebeu o espetáculo a partir do corpo, da musicalidade e da fisicalidade do ator em cena.

Ficha Técnica e Serviço:

Autor: Leo Lama

Direção: Bia Szvat

Assistente de Direção: Francisco Zaiden

Direção Musical: Fábio Cintra

Preparação Vocal: Juliana Passos

Preparação Corporal: Adriana Rabello

Produção: Juliana Aguiar

Desenho de Luz: Leandro Alma

Fotografias: Ale Manzano

Elenco:

Anette Naiman – como Margot

Carina Porto – como Denise

Juliana Vedovato – como Tatiana

Luciana Caruso – como Patrícia

Paula Liberati – como Ana Paula

Sulivan Sena – como Maria

TEATRO VIRADALATA

END: RUA APINAJÉS, Nº 1.387 – SUMARÉ – SÃO PAULO

FONE DE INFORMAÇÃO: (11) 3868.2535

SESSÕES: SEXTAS ÀS 21H30

INGRESSO: R$ 60,00 – MEIA ENTRADA: R$ 30,00

GÊNERO: COMÉDIA

DURAÇÃO: 90 Minutos

CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: 16 ANOS

GÊNERO: Tragicomédia

TEMPORADA DE  02 de outubro a 27 de novembro

SALA NOBRE: 273 LUGARES

COMPRA NA BILHETERIA DO TEATRO:

SÁBADO: 10H ÀS 21H

DOMINGO: 10H ÀS 20H

  • VENDAS PELA INTERNET: ingressorapido.con.br
  • TELEVENDAS: 4003 1212
  • ACEITA OS CARTÕES DE DÉBITO E CRÉDITO, TODOS DA MASTERCARD, REDECARD, VISA E VISA ELECTRON. NÃO ACEITA CHEQUES
  • ACESSO PARA DEFICIENTES FÍSICOS
  • AR CONDICIONADO
  • SERVIÇO DE VALLET NO LOCAL: R$ 15,00

mergulho

Mergulho é livremente inspirado no romance “Hotel Mundo” da escritora escocesa Ali Smith e apresenta quatro personagens femininas, afetadas pela morte de Sara Wilby, camareira do Hotel Global.

O público acompanha a fala dessas personagens (uma jornalista, uma jovem estudante de música, a irmã da camareira, além da própria morta), que realizam uma espécie de auto investigação de si e da própria morte.

Sobre a encenação

As atrizes, juntamente com a equipe de criação, fizeram uma delicada investigação no sentido de criar uma estrutura dramatúrgica que proporcione o encontro com essas quatro personagens. O público acompanha as descobertas e os mistérios a respeito de um fato, sempre a partir dessas mulheres, com suas visões únicas de um mesmo acontecimento.

Ficha Técnica e Serviço:

Direção Silvana Garcia

Coordenação dramatúrgica Cássio Pires

Elenco: Fernanda Castello Branco, Julia Ianina, Lilian Damasceno, Thais Medeiros

Assistência de Direção Maria Tuca Fanchin. Iluminação e Cenografia Marisa Bentivegna Figurinos Mira Haar Trilha sonora Arthur Decloedt

Preparação e Desenho de Movimento Fabricio Licursi

Produção: Companhia Delas de Teatro

Viga Espaço Cênico – Rua Capote Valente, 1323 – Pinheiros. Telefone: (11) 38011843. Temporada: Estreia dia 15 de outubro (quinta a domingo até 25 de outubro). Reestreia dia 10 de novembro (quartas e quintas até 10 de dezembro). Horários: Quinta a sábado às 21h00 e domingos às 19h00.

Quando a temporada for apenas às quartas e quintas, sempre às 21h00.

Preços: R$ 20 (meia R$10). Recomendado: 14 anos. Duração: 80 minutos.

 

pinocchio

Para as crianças:

Pinocchio entra em cartaz no Teatro Folha

O clássico do italiano Carlo Collodi (1826-1890) conta a história do boneco feito com madeira que se transforma em menino depois que compreende que a mentira não é legal.

Pinocchio não quer ir à escola e engana o seu criador Gepeto. Claro que acaba se envolvendo em confusão.

O objetivo da produção é levar para o palco cenas oníricas e poéticas, fazendo com que o público viaje num mundo de sonho e magia.

Merecem destaque os belos figurinos e o videocenário, que contextualiza a narrativa do espetáculo e reforça o teor lúdico da montagem.

Pamela Duncan, a diretora, sempre está acompanhando a montagem e sempre realiza para as suas produções um minucioso processo de pesquisa, com estudos sobre o final do século XIX, o significado da obra no contexto atual e mergulho nos filmes e registro de peças sobre o clássico infantil.

Um trabalho essencial para garantir que a história contada em cena traga cenários, figurinos e uma linguagem adequada para o tempo em que a ação acontece.

Ficha Técnica e Serviço:

Direção e concepção: Pamela Duncan

Assistente de direção e produção: Luiz Fernando Albertoni

Dramaturgia: Rogerio Favoretto e Pamela Duncan

Atores: Luiz Fernando Albertoni, Jonathan Well, Paulo Arapuan, Anna Carolina Longano e Ricardo Aires

Ator-contrarregra: Bruno Casselli

Narração: Lui Strasburger

Sonoplastia: Aline Meyer

Iluminação: Juarez Adriano

Realização: A Peste, Cia Urbana de Teatro – Pamela Duncan

Patrocínio: Bauducco, Marrucci, Grupo LEF, Arcelor Mittal, Sil Cabos Elétricos

Apoio: Porto Seguro

Teatro Folha.  Temporada: 20 de dezembro. Apresentações: sábado e domingo, 16h00. Ingresso: R$ 30,00.*Valores referentes a ingressos inteiros. Meia-entrada disponível em todas as sessões e setores, de acordo com a legislação. TEATRO FOLHA. Shopping Pátio Higienópolis – Av. Higienópolis, 618 / Terraço / tel.: (11) 3823-2323 – Televendas: (11) / 3823 2423 / 3823 2737 / 3823 2323 Site: www.teatrofolha.com.brxVendas por telefone e internet/ Capacidade: 305 lugares / Não aceita cheques / Aceita os cartões de crédito: todos da Mastercard, Redecard, Visa, Visa Electron e Amex / Estudantes e pessoas com 60 anos ou mais têm os descontos legais / Clube Folha 50% de desconto / Horário de funcionamento da bilheteria: de terça a quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 00h; sábado, das 12h às 00h e domingo, das 12h às 20h / Acesso para cadeirantes / Ar-condicionado /  Estacionamento do Shopping: R$ 13,00 (primeiras duas horas)  / Venda de espetáculos para grupos e escolas: (11) 3104-4885 / Patrocínio: Folha de S.Paulo, CSN, Veloce, Brightstar, Nova Chevrolet e Grupo Pro Security.

 

o capote

Em Belo Horizonte:

O Capote, Inspirado na obra de Nikolai Gógol, pode ser conferido até o dia 9 de novembro.

Já indiquei quando a peça esteve em cartaz no CCBB/SP

Inspirada na obra de Nikolai Gógol (1809-1852), um dos principais autores da literatura russa do século XIX, O Capote mostra a trajetória de um escrevente que precisa economizar o seu salário para comprar São Petersburgo que precisa se submeter a severas restrições a fim de conseguir um novo capote.

A partir desse fato corriqueiro, o autor questiona a relação do homem com a metrópole e as estruturas de poder.

Ficha Técnica e Serviço:

Direção: Yara de Novaes.

Elenco: Rodolfo Vaz, Rodrigo Fregnan e Marcelo Villas Boas. Musicista: Sarah Assis.

Autor: Nikolai Gógol.

Adaptação: Drauzio Varella.

Dramaturgismo: Cássio Pires. A

Assistência de direção e preparação corporal: Kenia Dias.

Cenografia e figurinos: André Cortez.

Trilha sonora e música original: Dr Morris.

Vídeo arte e design de projeção: Rogério Velloso.

Criação de luz: Bruno Cerezoli.

Visagismo: Leopoldo Pacheco.

Arte e projeto gráfico: Lápis Raro.

Fotografia: João Caldas.

Coordenação de produção  SP: Marlene Salgado.

Produção: Oitis Produções Culturais e Rose Campos.

CLASSIFICAÇÃO: 12 anos. Até 9 de novembro. Quinta a segunda – 20h00.

Centro Cultural Banco do Brasil Belo Horizonte. (Praça da Liberdade, 450 – Funcionários). Ingressos: R$10 (inteira) | R$5 (meia). +info.: (31) 3431-9400 ou pelo site: culturabancodobrasil.com.br

 

Para ir além do teatro:

yentl

Nota da assessora Adriana Balsanelli

Alessandra Maestrini solta a voz no espetáculo Yentl Em Concerto, (baseado na obra Yentl – The Yeshiva Boy, de Isaac Bashevis Singer), que estreia dia 3 de novembro, no Teatro Porto Seguro. Acompanhada pelo pianista João Carlos Coutinho, a atriz e cantora interpreta canções imortalizadas por Barbra Streisand, no filme homônimo, de 1983.

O musical é ambientado no século 19 e conta a história de Yentl, uma jovem judia que se traveste de homem para poder estudar. Os ingressos custam R$80 e R$60 e estarão à venda a partir de 22 de setembro, terça-feira, na bilheteria do Teatro Porto Seguro, ou pelo site da Ingresso Rápido.

Alessandra Maestrini é excelente atriz e cantora. Ficou conhecida por sua participação no programa Toma lá dá cá, da Rede Globo.

www.teatroportoseguro.com.br/
www.ingressorapido.com.br
café


Imigrantes do Café

O Museu do Café, em parceria com o Museu da Imigração, ambas instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresentam a exposição Imigrantes do Café. A exposição permanece em cartaz até o dia 9 de novembro.

A exposição retrata, através de fotografias, objetos, textos e depoimentos, o cotidiano dos imigrantes desde a chegada ao Brasil pelo Porto de Santos – principal porta de entrada do país, passando pela Hospedaria de Imigrantes do Brás e suas dependências, e, por fim, a ida para as lavouras. Lá, não somente o dia a dia do trabalho será retratado, mas também a vida pessoal desses imigrantes e os costumes que eles trouxeram de seus países para cá – e que são parte fundamental na composição do mosaico cultural que encontramos no Brasil.

Os visitantes também terão acesso aos depoimentos do projeto de História Oral do acervo do Museu da Imigração, um dos destaques da curadoria. No total, são seis áudios com os testemunhos de imigrantes de diversos países que trabalharam em lavouras de café, entre as décadas de 1910 e 1920, logo após chegarem ao Brasil e sua passagem pela Hospedaria de Imigrantes.

Sediado no edifício da antiga Hospedaria do Brás – patrimônio público e importante ícone da história do estado e da cidade de São Paulo – o Museu da Imigração retomou as atividades com o objetivo de compreender e refletir sobre o processo migratório, a partir da história das 2,5 milhões de pessoas, de mais de 70 nacionalidades, que passaram pelo prédio entre os anos de 1887 e 1978. O MI funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 10h às 17h. O ingresso para visitação custa R$ 6, com gratuidade aos sábados. Saiba mais em http://www.museudaimigracao.org.br.

Local: Museu do Café

Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos – SP

Expediente: de 28 de agosto a 09 de novembro

Telefone: (13) 3213-1750. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 6, estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. Aos sábados, a visitação é gratuita. http://www.museudocafe.org.br.

edunesp-1024x379

Para quem gosta de ler e comprar livros em promoção:

Bota-fora de livros da Editora Unesp em SP

Até 14/11, descontos de até 80%. A promoção acontece apenas na Livraria Unesp, na Praça da Sé, 108, Centro de SP. Das 9h às 19h (segunda a sexta) e das 9h às 15h (sábado e domingo).

Arquitetura, literatura e crítica literária, antropologia, sociologia, história, política, educação, comunicação, economia, artes, psicologia, medicina… São mais de 150 títulos nas mais variadas áreas do conhecimento, além de livros de interesse geral, com descontos de até 80%.

http:/ https://www.facebook.com/editoraunesp/?fref=photo/www.livrosepessoas.com/2015/11/03/bota-fora-de-livros-da-editora-unesp-em-sp/

 

Notícias do Grupo Galpão

#30 | Novembro de 2015 – grupogalpao.com.br

Quem me conhece sabe o quanto admiro esse grupo de Belo Horizonte. Quem conhece esse grupo sabe como ele é bom!

Dicas de Novembro

gigantes y

Os Gigantes da Montanha em Brasília (DF)

De 27 de novembro a 6 de dezembro,  Os Gigantes da Montanha, direção de Gabriel Villela, no Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4).

Escrita pelo autor italiano Luigi Pirandello, o espetáculo narra a chegada de uma companhia teatral decadente a uma vila mágica, povoada por fantasmas e governada pelo Mago Cotrone. A peça é uma alegoria sobre o valor do teatro, da poesia e da arte. Neste ano, o grupo foi agraciado pelo Programa de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural.

Serviço:

CAIXA CULTURAL BRASÍLIA (DF)

“Os Gigantes da Montanha”

Dir.: Gabriel Villela

CLASSIFICAÇÃO: 12 anos

27 de novembro a 6 de dezembro

Sexta e sábado – 20h | Domingo – 19h

Teatro da CAIXA (SBS Quadra 4 Lote 3/4 Edifício anexo à Matriz da CAIXA)

Ingressos à venda na bilheteria, a partir de 21/11: R$20 (inteira) | R$10 (meia)*

*Estudantes, professores, maiores de 60 anos, funcionários, clientes CAIXA e doadores de 1kg de alimento não perecível

+info.: (61) 3206-9448 | (61) 3206-6456

doida

Teuda Bara, do Galpão,  estreia espetáculo  Doida  em BH

Simpatia e talento

Após a pré-estreia em maio, na sede do Galpão, o espetáculo faz curta temporada, nos dias 13, 14 e 15 de novembro, no Teatro de Bolso, do Sesc Palladium.

Com direção de Inês Peixoto (Grupo Galpão), dramaturgia de João Santos e figurinos de Paulo André (Grupo Galpão), Teuda divide o palco com o filho mais novo e também ator, Admar Fernandes, em uma montagem intimista e reveladora de sutilezas, poesia e sensibilidade.

Serviço

TEMPORADA TEATRO DE BOLSO DO SESC PALLADIUM

Dir.: Inês Peixoto

CLASSIFICAÇÃO: 12 anos

13, 14 e 15 de novembro

Sexta e sábado – 20h | Domingo – 19h

Teatro de Bolso Júlio Mackenzie – Sesc Palladium

(Rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro)

Ingressos: 1kg de alimento não perecível ou R$10

+info.: (31) 3214-5350 ou pelo site: sescmg.com.br

 

Confira o texto deste mês sobre a Turnê Espírito Santo – Bahia, no blog do Grupo Galpão. Leia também o relato do ator Eduardo Moreira sobre o Festival Avignon, publicado em setembro.

Link do Blog: http://www.grupogalpao.com.br/blog

Olha o talento de uma grande atriz brasileira reconhecido no exterior:

fernanda

Fernanda Vianna no New York Times

O filme “O que se move”, dirigido por Caetano Gotardo, ganhou destaque no The New York Times, no último mês. Em matéria sobre o longa brasileiro, o periódico elogiou o desempenho da atriz, que foi mencionada como a “excepcional Fernanda Vianna”. Confira a matéria completa no link abaixo.
Leia a matéria:  http://www.nytimes.com/2015/09/11/movies/review-the-moving-creatures-three-tales-of-family-ordeals.html?_r=0

Um filme interessante, que mostra tragédias do cotidiano e que revela a fragilidade humana.

O público acompanha a história de famílias que precisam aprender a lidar com a chegada ou a falta de um filho.

SINOPSE: Pedro está em seu último dia de férias, convivendo em casa com a mãe, que é professora em seu colégio. Sílvia e Eduardo têm um dia corrido, entre trabalho, almoço na casa de uma amiga e levar o filho para a escola. Ana e João se preparam para encontrar Antônio, o filho que sumiu da maternidade 16 anos atrás.

O grande destaque é o desempenho das atrizes ( Cida Moreira, Fernanda Vianna e Andrea Marquee), que dão um show de sensibilidade e força dramática.

Muita cultura na sua vida!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s