Dicas da Nanda Rovere na semana do Natal

5DIII © Joao Caldas Fº
5DIII © Joao Caldas Fº

A Veja divulgou ¨Algumas peças que você deve ver em 2016 em São Paulo¨

Janeiro:

“O Testamento de Maria”: sob a direção de Ron Daniels, Denise Weinberg abre a temporada em 7 de janeiro, no Sesc Pinheiros, como protagonista do monólogo do escritor irlandês Colm Tóibin.

 “Uma Ilíada”: sucesso no Rio, o monólogo interpretado e dirigido por Bruce Gomlevsky sobre a Guerra de Troia entra em cartaz no SESC Pompeia em 8 de janeiro.

Fim de Jogo”: Renato Borghi abre as portas de seu próprio apartamento, na Alameda Santos, para uma encenação intimista do clássico de Samuel Beckett. Isabel Teixeira dirige ainda Élcio Nogueira Seixas, Maria de Castro Borghi e Adriano Borghi. A estreia está prometida para 14 de janeiro.

 “As Benevolentes”: Dalton Vigh e Thiago Fragoso estão no elenco da adaptação do romance de Jonathan Littell, que entra em cartaz no Teatro Arthur Rubinstein, da Hebraica, em 21 de janeiro. A direção é de Ulysses Cruz.

“Chet Baker, Apenas um Sopro”: Paulo Miklos estreia no teatro na pele do grande trompetista do jazz americano. Com texto de Sérgio Roveri e direção de José Roberto Jardim, a peça estreia no Centro Cultural Banco do Brasil em 20 de janeiro.

 “Teorema XXI”: o Grupo XIX de Teatro evoca a obra do cineasta italiano Pier Paolo Pasolini (1922-1975) em nova parceria do diretor Luiz Fernando Marques e do dramaturgo Alexandre Dal Farra. Encenada na Vila Maria Zélia, a montagem entra em cartaz em 22 de janeiro.

“Tudo no Seu Tempo”: com direção de Eduardo Muniz, a comédia de suspense do inglês Alan Ayckbourn estreia em 22 de janeiro no Teatro Jaraguá. Cynthia Falabella, Fernanda Couto, Joca Andreazza, Edu Guimarães,  Bete Correia e Gustavo Trestini estão no elenco.

Para ver as demais estréias previstas(colocarei informações de acordo com os releases que forem chegando).

http://vejasp.abril.com.br/blogs/dirceu-alves-jr/2015/12/17/teatr-pecas-2016-sao-paulo-programacao-ano/

1619397_10208564977508058_5226181163242250587_n

Palavra de Mulher, com Lucinha Lins, Tânia Alves e Virginia Rosa, traz canções e  personagens das canções que expressam o universo feminino do compositor, cantor e escritor Chico Buarque.

O musical, em clima de cabaret, é acústico e as intérpretes se revezam no palco em trio, duo e solo, e as músicas são executadas com instrumentos acústicos.

Quem assistiu no teatro pode rever, quem não viu, é uma ótima oportunidade para assistir a esse excelente espetáculo!

No repertório, À Flor da Pele, História de uma gata, Pedaço de mim, Atrás da Porta, Basta Um Dia, Bem Querer, Folhetim, O Meu Amor, Olho nos Olhos, Sob Medida, Tango de Nancy, Terezinha, Trocando em Miúdos e Viver do Amor, entre outras.

O DVD é uma parceria entre a MESA 2 Produções e Canal Brasil

PALAVRA DE MULHER, com Lucinha Lins, Tânia Alves e Virgínia Rosa

Email: contato@mesa2.com.br

http://www.mesa2.com.br/

https://www.facebook.com/espetaculopalavrademulher

 

Meus momentos preferidos do musical

Meus momentos preferidos do musical

Lucinha Lins – História de uma Gata – YouTube

Lucinha Lins – Tango de Nancy

https://www.youtube.com/watch?v=00u6pzncs2A

Direção musical: Ogair Júnior.

Piano e acordeom: Ogair Junior

Contrabaixo: Robertinho Carvalho.

Bateria:  Ramon Montagner.

Iluminação: Wagner Freire.

Cenografia: Fernando Cardoso.

Figurinos: Claudio Tovar e elenco.

Direção de movimento: Alex Neoral

Direção de produção:Fernando Cardoso e Roberto Monteiro.

Concepção, roteiro e direção geral: Fernando Cardoso.

BG_MuseudoAmanha01

Museu do Amanhã, localizado na zona portuária carioca,  Pier Mauá foi inaugurado no dia 19/12/15, depois de três anos de atraso.

São cerca de 30 mil metros quadrados de área externa, com jardins, um espelho d’água, ciclovia e área de lazer.

Custou, segundo matéria da Folha de SP, cerca de R$ 300 milhões.

A arquitetura é do espanhol Santiago Calatrava –a idéia é fazer com que o prédio pareça flutuar sobre a baía de Guanabara.

O acervo, formado por instalações audiovisuais, objetos interativos e jogos, será sempre modificado, já que visa colocar para o público questões que promovam reflexões sobre o nosso futuro.

Haverá uma Exposição Principal, atividades educativas, um laboratório de experiências em inovação; um observatório, que mapeia os sinais vitais do planeta, cafeteria, restaurante e loja.

Segundo os idealizadores, ¨o museu pretende ajudar na revitalização do centro e será um espaço de aceleração de ideias, que convida a mergulhar em experiências onde a ciência e arte, razão e emoção, linguagem e tecnologia, cultura e sociedade se encontram¨.

A gestão do Museu do Amanhã é realizada pelo IDG – Instituto de Desenvolvimento de Gestão. A construção do Museu está incluída no conjunto de obras da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro realizadas pelo Consórcio Porto Novo, através da maior Parceria Público-Privada (PPP) do país. O patrocínio é do Grupo Santander.

Para saber mais:

http://museudoamanha.org.br/

7c7b5807-cde7-4151-8321-fb2296ce7f7d

Exposição no Sesc Vila Mariana sobre Zumbi dos Palmares

O objetivo é mostrar  trajetória do último líder do Quilombo dos Palmares e um dos símbolos de resistência do povo negro na história brasileira. A exposição tem curadoria do jornalista Audálio Dantas e conta com ilustrações de Fernando Vilela e com fotografias de Tiago Santana.

A exposição acontece no Hall dos Elevadores e no Atrium (Térreo e 1º andar da Torre A, respectivamente).

 

Sobre  Quilombo de Palmares, primeira experiência coletiva de contestação no país.
Localizado na região sul da antiga Capitania de Pernambuco e atual Estado de Alagoas, surgiu no século XVI, no período do Brasil Colônia, na região conhecida como “Serra da Barriga”, nas proximidades da vila de Porto Calvo.

Em um dos engenhos ao sul de Pernambuco, no meio da madrugada do ano de 1597, um grupo de cerca de quarenta homens escravizados planejaram a fuga coletiva em direção à Serra, no alto do que hoje é denominado como Planalto Meridional de Borborema. Ali fundaram o maior quilombo do período colonial, tendo resistido à escravidão e ameaçando o poder hegemônico da Coroa portuguesa por quase 100 anos.

O evento marca os 360 anos de nascimento de Zumbi dos Palmares e os 320 anos da sua morte.

Visitação do público, gratuitamente, até 31 de janeiro de 2016. Para visitação em grupos, com visita monitorada, o agendamento pode ser feito por e-mail, através do endereço agendamento@vilamariana.sescsp.org.br

Durante os meses em que a exposição ficará em cartaz, a unidade prevê outras atividades ligadas a esta temática

sescsp.org.br


Serviço:
Exposição: Zumbi  A Guerra do Povo Negro
Curadoria de Audálio Dantas; fotos de Tiago Santana e ilustrações de Fernando Vilela.
Visitação: De 21 de novembro a 31 de janeiro de 2016, terça a sexta, das 10h00 às 21h30; sábados, das 10h00 às 20h30; domingos e feriados, das 10h às 18h30.
Local:Atrium (1º andar  Torre A) e Hall dos Elevadores (Térreo – Torre A)
Livre
Grátis
Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas,141, São Paulo – SP
Informações:5080-3000
sescsp.org.br
Facebook,Twitter e Instagram:/sescvilamariana

10356752_10207585081002747_2337076000212579578_n

Dica do Ed Moraes:

Árvore de Natal do Shopping Aricanduva

Estacionamento do Shopping Interlar Aricanduva; equivale a um prédio de 12 andares, pesando 35 toneladas

¨A rosa dos ventos se transforma em estrela.Uma alameda intensamente iluminada leva à árvore de Natal do complexo Aricanduva. Mosaico feito por milhares de luzes desenham bordados e mensagens de natalinas.¨

Foto também do Ed.

https://www.facebook.com/aricanduva/

https://www.youtube.com/watch?v=-jBBFCs1pvA

Avenida Aricanduva, 5555 – Vila Matilde

São Paulo.  (11) 3444-2000

ibirapuera

Já foi visitar a Árvore de Natal do Ibirapuera ?

A tradicional Árvore de Natal do Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo, será menor em 2015 do que foi no ano passado e trará novas atrações, como bonecos de ursos polares, soldados, bailarinas, bolas coloridas, sinos, guirlandas e laços, todos com mais de um metro de altura.

A iluminação conta com  projeções em 3D em painéis colocados também na base da estrutura.

A cidade terá também as Caravanas Iluminadas, seis carretas temáticas que circularão por diferentes regiões da cidade

Em frente ao Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura, no Vale do Anhangabaú, Centro de São Paulo, haverá um Papai Noel e uma mamãe Noel, de bicicleta e de oito metros de altura.

No Parque Trianon, na Avenida Paulista, uma versão inflável Noel,  com 15 metros e 80 árvores decoradas.

Na Vila Madalena, em Pinheiros, na Zona Oeste, Natal na Vila,  com grafite e artesanato em 200 postes do bairro.

Fonte: Prefeitura e G1.

12341594_1218133964870362_8691197633152367865_n

No Rio de Janeiro, destaque para a árvore da lagoa Rodrigo de Freitas

Evento completa 20 anos em 2015.

A visita à árvore é considerada o terceiro maior evento da cidade do Rio de Janeiro, depois do Carnaval e do Réveillon.

São 11 flutuadores que formam a base de 810 metros quadrados que sustentam a árvore.

Os flutuadores, peças de metal naval que medem 12 metros de comprimento, 2,44 m de altura e 3 m de largura, pesam entre 12 e 16 toneladas. Para serem colocados na água, foram içados por um guindaste de 120 toneladas.

natal-2015-decoração

Natal já está aí (dois dias somente!), mas não fez nenhuma decoração?

Umas dicas que encontrei:

Como economizar em decoração no Natal 2015

Para esse ano, a decoração vintage estáem alta com o uso de cartas escritas à mão no papel amarelado, jardins românticos, naturezas-mortas, penas e flores secas ou frescas.

O que não se perde do cenário natalino são os brilhos. Continue a apostar nos itens metálicos para decorar o ambiente à espera do Papai Noel. As luzes espalhadas pela casa e pela árvore ainda são sinônimo de renovação e de claridade.

Não fique presa ao tradicional vermelho e branco. Tons de prata, dourado, verde e até mesmo o azul podem fazer parte dos enfeites. Aliás, entre as tonalidades, o rosa promete ganhar espaço, assim como tem feito no mundo da moda. E é claro, tudo muito bem iluminado.

Um dos artigos que sempre caem bem são as velas. Você não precisa investir em modelos grandiosos e caros, basta adquirir aquelas tradicionais brancas. Use copos recheados de musgo e bolinhas de Natal para segurá-las.

As pinhas são curingas que podem ser usadas em qualquer parte da casa.

Quer decorar a árvore de Natal de um jeito romântico? Compre pérolas para costura e as embrulhe com uma fita dourada em um saquinho de tule.

Agora que você decorou a casa inteira, não se esqueça de deixar uma guirlanda na porta para recepcionar os convidados com boas energias.

http://doutissima.com.br/

arvore_natal

Um texto de Carlos Drummond de Andrade

Organiza o Natal

Alguém observou que cada vez mais o ano se compõe de 10 meses; imperfeitamente, embora, o resto é Natal. É possível que, com o tempo, essa divisão se inverta: 10 meses de Natal e 2 meses de ano vulgarmente dito. E não parece absurdo imaginar que, pelo desenvolvimento da linha, e pela melhoria do homem, o ano inteiro se converta em Natal, abolindo-se a era civil, com suas obrigações enfadonhas ou malignas. Será bom.

Então nos amaremos e nos desejaremos felicidades ininterruptamente, de manhã à noite, de uma rua a outra, de continente a continente, de cortina de ferro à cortina de nylon — sem cortinas.

Governo e oposição, neutros, super e subdesenvolvidos, marcianos, bichos, plantas entrarão em regime de fraternidade.

Os objetos se impregnarão de espírito natalino, e veremos o desenho animado, reino da crueldade, transposto para o reino do amor: a máquina de lavar roupa abraçada ao flamboyant, núpcias da flauta e do ovo, a betoneira com o sagüi ou com o vestido de baile. E o supra-realismo, justificado espiritualmente, será uma chave para o mundo.

Completado o ciclo histórico, os bens serão repartidos por si mesmos entre nossos irmãos, isto é, com todos os viventes e elementos da terra, água, ar e alma. Não haverá mais cartas de cobrança, de descompostura nem de suicídio. O correio só transportará correspondência gentil, de preferência postais de Chagall, em que noivos e burrinhos circulam na atmosfera, pastando flores; toda pintura, inclusive o borrão, estará a serviço do entendimento afetuoso. A crítica de arte se dissolverá jovialmente, a menos que prefira tomar a forma de um sininho cristalino, a badalar sem erudição nem pretensão, celebrando o Advento.

A poesia escrita se identificará com o perfume das moitas antes do amanhecer, despojando-se do uso do som. Para que livros? perguntará um anjo e, sorrindo, mostrará a terra impressa com as tintas do sol e das galáxias, aberta à maneira de um livro.

A música permanecerá a mesma, tal qual Palestrina e Mozart a deixaram; equívocos e divertimentos musicais serão arquivados, sem humilhação para ninguém.

Com economia para os povos, desaparecerão suavemente classes armadas e semi-armadas, repartições arrecadadoras, polícia e fiscais de toda espécie. Uma palavra será descoberta no dicionário: paz.

O trabalho deixará de ser imposição para constituir o sentido natural da vida, sob a jurisdição desses incansáveis trabalhadores, que são os lírios do campo. Salário de cada um: a alegria que tiver merecido. Nem juntas de conciliação nem tribunais de justiça, pois tudo estará conciliado na ordem do amor.

Todo mundo se rirá do dinheiro e das arcas que o guardavam, e que passarão a depósito de doces, para visitas. Haverá dois jardins para cada habitante, um exterior, outro interior, comunicando-se por um atalho invisível.

A morte não será procurada nem esquivada, e o homem compreenderá a existência da noite, como já compreendera a da manhã.

O mundo será administrado exclusivamente pelas crianças, e elas farão o que bem entenderem das restantes instituições caducas, a Universidade inclusive.

E será Natal para sempre.

images

Poema de Natal

Vinicius de Moraes

 

Para isso fomos feitos:

Para lembrar e ser lembrados

Para chorar e fazer chorar

Para enterrar os nossos mortos —

Por isso temos braços longos para os adeuses

Mãos para colher o que foi dado

Dedos para cavar a terra.

Assim será nossa vida:

Uma tarde sempre a esquecer

Uma estrela a se apagar na treva

Um caminho entre dois túmulos —

Por isso precisamos velar

Falar baixo, pisar leve, ver

A noite dormir em silêncio.

Não há muito o que dizer:

Uma canção sobre um berço

Um verso, talvez de amor

Uma prece por quem se vai —

Mas que essa hora não esqueça

E por ela os nossos corações

Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:

Para a esperança no milagre

Para a participação da poesia

Para ver a face da morte —

De repente nunca mais esperaremos…

Hoje a noite é jovem; da morte, apenas

Nascemos, imensamente.

 

Quer incrementar a sua ceia de natal?

download

 

Arroz com Uvas Passas

INGREDIENTES

 Tudo Gostoso

 Tempo de preparo

30min

Rendimento

8 porções

 

2 copos de arroz

1 colher de sopa de azeite

1 alho amassado

Sal a gosto

200 g de uva passas

MODO DE PREPARO

Refogue o arroz com o azeite e o alho, cozinhe

Depois de pronto acrescente as uvas passas

Serve para acompanhar com pernil, aves

4726_original

Cuscuz de Natal

INGREDIENTES

Enviada por

Mariluce Avelar

 Tempo de preparo

20min

Rendimento

12 porções

4 colheres de sopa de óleo

2 dentes de alho amassado

1 cebola grande picada

1 peito de frango cozido e desfiado

3 ovos

2 colheres (sopa) de massa de tomate

5 xícaras (chá) de farinha de milho

2 tabletes de caldo de galinha

1 lata de milho verde

1 lata de ervilha

1 cenoura ralada

1 pimentão

1 tomate

Cheiro verde picado

Azeitonas picadas

Sal e pimenta-do-reino a gosto

MODO DE PREPARO

Aqueça o óleo e refogue o alho e a cebola

Junte o frango, coloque o cheiro verde, os tabletes de caldo de galinha dissolvido em 6 xícaras (chá) de água

Junte 2 ovos picados, as azeitonas, o milho verde, as ervilhas, sal, pimenta e a massa de tomate

Quando começar a ferver, coloque a farinha de milho, aos poucos, mexendo sem parar até desgrudar do fundo da panela

Decore a forma com rodelas de ovo cozido, tomate e azeitonas

Despeje o cuscuz, apertando bem

Espere esfriar e desenforme

 

feliz-natal

Muita luz no Natal e um 2016 de saúde e realizações

1 comentário Adicione o seu

  1. Daniel Lobo disse:

    “NISE DA SILVEIRA – GUERREIRA DA PAZ” ESTREIA NO MASP EM JANEIRO DE 2016

    Encenação multimídia une teatro, música, dança e projeções. Com idealização e performance de Daniel Lobo, equipe de criação conta com a bailarina Ana Botafogo, o pianista João Carlos Assis Brasil e as participações multimídia de José Celso Martinez Corrêa, Ferreira Gullar e Monja Coen como ‘A Voz do Inconsciente’. Estreia no MASP dia 22 de janeiro em temporada de sexta a domingo sempre com debates após as sessões.

    A atual versão é inédita em SP. O projeto foi contemplado, em sua concepção original (encenada em 2012) com o Prêmio Aplauso Brasil (Melhores do Teatro SP em 2012 – Votação Popular). ”Nise da Silveira – Guerreira da Paz” é uma epifania em homenagem a uma das mulheres mais importantes do século XX: a brasileira, discípula de Jung, que revolucionou a psiquiatria com Afeto e Arte!

    Assista aos dois links de vídeo abaixo e Mergulhe em ”Nise”.

    – O PÚBLICO APLAUDE. DEPOIMENTOS POR TODO BRASIL https://www.youtube.com/watch?v=AxT_GFJ8kxs

    – CLIPE OFICIAL https://m.youtube.com/watch?v=pUeVcbrs_Z0&list=PL675BB5FD28D7E227

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s