Dicas culturais da Nanda Rovere

santo dialético

O Santo Dialético  é a conclusão de um ciclo iniciado em 2011 no Teatro do Incêndio, com trabalhos que trazem uma dramaturgia própria e olhar voltado para a busca de um teatro brasileiro com questões brasileiras. A música executada ao vivo é sempre um dos destaques das encenações da Cia.

A peça, que integra o projeto A Teoria do Brasil (título de obra do antropólogo Darcy Ribeiro), fala sobre a perda da ancestralidade e da identificação pessoal na vivência das grandes metrópoles.

Os atores encenam várias histórias, entre elas, a de um índio que estuda para ser seminarista, uma moradora de rua que decide participar de uma missão humanitária depois de sofrer uma overdose e um casal em que o homem não se reconhece no corpo masculino.

No site http://www.teatrodoincendio.com/ existe uma definição interessante sobre o objetivo da Cia: ¨O Teatro do Incêndio é um coletivo sem autoridades, que busca uma maneira de pensar a diversidade, o outro como meta. Mais do que um grupo que faz teatro, consideramos uma ideia a ser mantida, dialogando com o nosso tempo enquanto ele acontece¨.

Contemplado na 26ª edição do Fomento ao Teatro, a Cia. ministrará oficinas (Terra Mestiça) e encontros sobre Poesia e Teatro com outras companhias (Poesia Cênica Conjugada). Com texto e direção de Marcelo Marcus Fonseca, o novo espetáculo entra em cartaz sábado (20), às 20h00, na sede do grupo. Os ingressos custam R$ 5.

Pratos típicos brasileiros são servidos durante intervalo:

Caldo de mandioca, arroz carreteiro, tapioca e feijoada.

O diretor Marcelo Marcus Fonseca  é quem prepara os pratos.

O jantar é servido no intervalo e é facultativo, com valor que varia de R$ 20 a R$ 40.

A origem negra, índia e portuguesa dos pratos se relaciona com a temática do espetáculo.

Ficha Técnica

Texto e Direção geral: Marcelo Marcus Fonseca

Direção Musical, Composições Originais e Música ao vivo: Bisdré Santos

Figurinos: Gabriela Morato

Cenografia: Fabrízio Casanova

Iluminação: Helder Parra e Marcelo Marcus Fonseca

Fotos: João Caldas

Preparação Vocal: Alessandra Klaus Zallaf

Assistência de direção: Sérgio Ricardo

Produção: Gabriela Morato

Trilha sonora mecânica: Marcelo Marcus Fonseca e Bisdré Santos

Coreografia: Gabriela Morato

Operação de Luz: Helder Parra

Operação de Som: Victor Castro

Responsável técnico: Antonio Rodrigues

Assessoria de Imprensa: Arteplural assessoria de comunicação

Realização: Cia. Teatro do Incêndio

Atores: Gabriela Morato, Francisco Silva, Victor Dallmann, Elena Vago, Luciana Fernandes, Wallace de Andrade, Silvia Maciel, João Costal, Valcrez Siqueira, Felipe Samorano, Victória Cavalcante, Thiago Molfi, Guilherme Ciccotelli.

Serviço

Espetáculo: O Santo Dialético

Horários: Sábados as 20 h00 e domingos as 19 h00

Duração: 170 min (com intervalo)

Lotação: 80 lugares

Ingresso: R$ 5,00 (preço único) – dinheiro ou cartão de débito

Endereço: Teatro do Incêndio – Rua 13 de Maio, 53

Temporada até 17/04

http://www.teatrodoincendio.com/

mamonas

O MUSICAL MAMONAS

O musical fala dos Mamonas Assassinas, formado por cinco garotos de Guarulhos, que há vinte anos fizeram um sucesso meteórico com uma música escrachada, numa mistura de diversos ritmos e letras bem humoradas.

Os Mamonas (Bento, Dinho, Júlio, Samuel e Sergio) contam a sua própria história.

Na trama, os artistas/personagens são convocados pelo anjo Gabriel para uma importante missão – dar um jeito na caretice que tomou conta da vida dos brasileiros e, para cumprirem a tarefa, resolvem narrar a própria trajetória, que começou com a formação da banda Utopia e culminou com o grande sucesso que fizeram pelo Brasil.

Com direção musical de Miguel Briamonte e coreografias de Vanessa Guillen, o musical traz os sucessos do grupo, mas também músicas de bandas que fizeram a cabeça dos cinco rapazes e marcaram a década de noventa, como Titãs, Legião Urbana, Engenheiros do Hawai, Guns’n Roses, Rush, além de paródias e músicas originais compostas para o Musical.

Ficha Técnica e Serviço:

Texto – Walter Daguerre

Direção Geral –  José Possi Neto

Direção Musical – Miguel Briamonte

Elenco

Ruy Brissac – Dinho

Adriano Tunes – Julio

Yudi Tamashiro – Bento

Elcio Bonazzi – Sergio/Samuel

Arthur Ienzura – Sergio/Samuel

Rafael Aragão – Cover Dinho

Patrick Amstalden – Rick Bonadio

Vanessa Mello – Ensemble

Nina Sato – Ensemble

Gabriela Germano – Ensemble

Maria Clara Manesco – Ensemble

Marco Azevedo – Ensemble

Reginaldo Sama – Ensemble

Bernardo Berro – Ensemble

Andre Luiz Odin – Ensemble

Coreografia – Vanessa Guillen

Cenário – Nello Marrese

Figurinos – Fabio Namatame

Designer de Cabelo e Maquiagem – Anderson Bueno

Designer de Luz – Wagner Freire

Designer de som – Gabriel D’Angelo

PRODUTORES ASSOCIADOS – Rose Dalney, Márcio Sam e Túlio Rivadávia

Apresentado por Ministério da Cultura, Governo do Estado de São Paulo e Banco do Brasil Seguridade

Patrocinado por Banco do Brasil Seguridade e Besni

Realizado por MINIATURA 9

Serviço

Teatro Raul Cortez (512 lugares)

Rua Dr. Plínio Barreto 285 – Bela Vista

Informações: 3254.1631

Bilheteria: terça a quinta das 14h às 20h; sexta a domingo a partir das 14h. Aceita todos os cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Ar condicionado e acesso para deficientes. Estacionamento do teatro: R$ 20

Vendas: (11) 2626-5286 – http://www.compreingressos.com

Quinta, Sexta e Sábado às 21h00 | Domingo às 18h00

Ingressos:

R$ 120

(Desconto de 50% para clientes Banco do Brasil Seguridade: Clientes com seguros, previdência ou capitalização do Banco do Brasil. Os clientes com previdência ainda são isentos da taxa de conveniência)

Duração: 120 minutos

Recomendação: 12 anos

Gênero: musical

Temporada: até 29 de Maio

ou tudo ou nada

Ou Tudo Ou Nada

 

A peça, baseada no musical da Broadway e no famoso filme inglês (de 1997), fala de crise econômica, desemprego e faz uma pertinente discussão sobre o papel do homem e da mulher na sociedade.

A comédia, ambientada numa cidade em fase de decadência, conta a história de seis funcionários demitidos que arranjavam um meio muito original de dar a volta por cima: subir ao palco para um striptease. Para isso, têm de enfrentar seus medos e inseguranças.

No elenco, Mouhamed Harfouch, Patrícia França, Sylvia Massari, Saulo Rodrigues,  Kacau Gomes, André Dias, Carlos Arruza, Sergio Menezes, Victor Maia, Carol Futuro, Larissa Landin, Claire Nativel, Gabriel Peregrino, Felipe Niemeyer e Fabio Bianchini, Stela Celanuo, Pedro Henriques Motta e Xande Valois.

Ficha Técnica e Serviço:

Autores: Terrence McNally (texto) e David Yazbek (música)

Baseado no filme da Fox Searchlight Picture escrito por Simon Beaufoy, produzido por Uberto Pasolini, dir. de Peter Cattaneo.

Direção: Tadeu Aguiar

Direção musical: Miguel Briamonte | Versão para o português: Artur Xexéo

Cenário: Edward Monteiro

Figurino: Ney Madeira e Dani Vidal

Coreografia: Alan Rezende

Desenho de luz: David Bosboom e Daniela Sanchez

Desenho de som: Gabriel D’Angelo e Bruno Pinho

Multimídia: Paulo Severo

Orquestração: Harold Wheeler

Arranjos vocais e incidentais: Ted Sperling

Arranjos para músicas de dança: Zane Mark

Preparador vocal: Mirna Rubim

Design gráfico: Claudia Xavier

Assessoria de Imprensa: Morente Forte

Músicos: Miguel Briamonte, Daniel Sanches – piano;

Josias Franco, Ricardo Hulck, Marco Moreira (Chiquinho) – sopros; Pedro Silveira – guitarra; Leandro Vasques – baixo; Leandro Pagani – bateria;

Coordenação de produção: Norma Thiré

Produção geral: Eduardo Bakr

Produtor Associado: Brainstorming Entretenimento

Realização: Estamos Aqui Produções Artísticas

THEATRO NET SP (799 lugares)

Rua Olimpíadas, 360 – Shopping Vila Olímpia/5° andar

Bilheteria: terça a domingo a partir das 14h00. Estacionamento do shopping: R$ 10 por três horas

Vendas: http://www.ingressorapido.com.br / 4003.1212

Sextas e Sábados às 21h00 | Domingos às 17h00

Ingressos: R$ 150 (plateia) | 100 (balcão 1) | 50 (balcão 2)

Duração: 140 minutos

Recomendação: 10 anos

Temporada: Até 01 de Maio

we will rock you

We Will Rock You no Teatro Santander

A montagem é uma produção da Caradiboi Arte e Sports, em associação com a Queen Theatrical Productions, Phil McIntyre Entertainments e Tribeca Theatrical Productions.

Escrito pelo comediante e autor Inglês Ben Elton, em colaboração com os membros do Queen, Brian May e Roger Taylor, a produção traz 24 dos maiores sucessos da banda.

Curiosidade:

Este grande sucesso levou seis anos para ser concluído. A ideia para o musical veio depois de uma reunião entre o ator Robert De Niro com os músicos Brian May e Roger Taylor, em Veneza, no ano de 1996. A filha de De Niro é uma grande fã do Queen.

Que elenco! Fiquei impressionada com o talento dos atores. Como cantam! De arrepiar os números musicais.

Sempre admirei muito o Freddie Mercury. A voz internacional mais linda, na minha opinião.

Ouvir as canções maravilhosas do Queen com esse elenco fenomenal, olha, foi muito bom!

É, quanto mais vou ao teatro, mais fico contente em ver o quanto os artistas brasileiros são competentes!

 

Mais informações em Português: http://fb.com/wwrybrasil e http://fb.com/queenbrazil

http://www.queenonline.com

https://www.facebook.com/wwrybrasil/

http://cultura.estadao.com.br/noticias/teatro-e-danca,classicos-do-queen-sao-destaque-de-musical,10000015725

Leia Mais:http://cultura.estadao.com.br/noticias/teatro-e-danca,classicos-do-queen-sao-destaque-de-musical,10000015725
Assine o Estadão All Digital + Impresso todos os dias
Siga @Estadao no Twitter

andrea bocelli

Andrea Bocelli

O grande Andrea Bocelli chega o Brasil com sua nova turnê, Cinema, e como o nome sugere, o artista passeia pelos clássiscos da sétima arte.

Os preços são salgadíssimos, mas para quem pode assistir, com certeza verá um show de qualidade.

A obra foi lançada mundialmente no dia 23 de outubro pela Sugar Music/Universal Music Group e Verve Music Group nos EUA e marca a primeira gravação de Bocelli em estúdio em dois anos.

Entre os filmes que terão as suas canções interpretadas por Bocelli: Doutor Jivago, Love Story, O Poderoso Chefão,  A vida é bela,  Gladiador e Bonequinha de luxo.

“Com o álbum ‘Cinema’ realizo um desejo que nutria por décadas. Nunca fiz segredo do meu sonho de realizar um projeto com músicas associadas a trilhas de filmes. Creio ser um tesouro artístico excepcional”, analisa Bocelli.

O cinema sempre o fascinou, porque as partituras escritas para filmes são muito livres e potencialmente criativas. “É um vasto universo onde o compositor pode andar como quiser, seja qual for sua inspiração, onde se pode experimentar sem ter que submeter às normas da música clássica”, diz o artista.

Segundo release que foi divulgado à imprensa e consta no site do Ingresso Rápido, Bocelli acredita que, se os filmes são uma fábrica de sonhos, as músicas que os acompanham abraçam esses sonhos e aumentam a magia e vitalidade emocional.

“Meu convite é para que esses clássicos imortais do cinema se fundam com as experiências, memórias mais preciosas, emoções de todos os ouvintes e se tornem uma trilha sonora inigualável para sua vida”, propõe o tenor.

Classificação: 16 anos.

Meia Entrada: Estudantes, Idosos, Professores e Portadores de necessidades especiais devidamente documentados. Para os ingressos com beneficio de meia entrada é indispensável a comprovação no acesso ao evento.

Ponto de Venda Sem Taxa de Conveniência: Tuca

Endereço: Rua Monte Alegre, 1.024 – Perdizes – ZONA OESTE São Paulo /SP

Horário de Funcionamento: Terça a Sábado das 14:00 às 19:00

Domingo das 14:00 às 18:00

Formas de Pagamento:

Amex, Aura, Diners, Dinheiro, Hipercard, Mastercard, Redeshop, Visa e Visa Electron.

bordado

Faz um tempinho que eu li uma matéria interessante e resolvi indicar porque valoriza a cultura do lugar:

A companhia aérea de Portugal – TAP- associou-se ao Município de Vila Verde, no distrito de Braga, para a promoção e divulgação do artesanato português típico desta região do Norte do país, o Lenço de Namorados.

As poltronas dos aviões são decoradas pelos bordados.

O fato ocorreu para a comemoração do Dia dos Namorados (Valentine’s Day nos EUA), mas valeu porque ajuda a divulgar uma manifestação artística que merece atenção.

Segundo a reportagem, ¨ esta ação segue a linha de iniciativas semelhantes em que foram promovidos, nos aviões da Companhia, sabonetes produzidos no Grande Porto, licores da Lousã, cerejas do Fundão, artesanato dos Açores e da Madeira, chocolates de Lisboa ou porcelanas de Ílhavo, entre outros produtos de várias regiões portuguesas. ¨.

http://inquietaria.99jobs.com/tap-promove-a-arte-do-bordado-tradicional-nos-seus-avioes/

q

Frases e pensamentos:

 

Calderón de la Barca: A VIDA É SONHO 

Poeta e dramaturgo espanhol (17/1/1600-25/5/1681).

A VIDA É SONHO

É certo; então reprimamos
esta fera condição,
esta fúria, esta ambição,
pois pode ser que sonhemos;
e o faremos, pois estamos
em mundo tão singular
que o viver é só sonhar
e a vida ao fim nos imponha
que o homem que vive, sonha
o que é, até despertar.
Sonha o rei que é rei, e segue
com esse engano mandando,
resolvendo e governando.
E os aplausos que recebe,
Vazios, no vento escreve;
e em cinzas a sua sorte
a morte talha de um corte.
E há quem queira reinar
vendo que há de despertar
no negro sonho da morte?
Sonha o rico sua riqueza
que trabalhos lhe oferece;
sonha o pobre que padece
sua miséria e pobreza;
sonha o que o triunfo preza,
sonha o que luta e pretende,
sonha o que agrava e ofende
e no mundo, em conclusão,
todos sonham o que são,
no entanto ninguém entende.
Eu sonho que estou aqui
de correntes carregado
e sonhei que em outro estado
mais lisonjeiro me vi.
Que é a vida? Um frenesi.
Que é a vida? Uma ilusão,
uma sombra, uma ficção;
o maior bem é tristonho,
porque toda a vida é sonho
e os sonhos, sonhos são.

 

El gran teatro del mundo Auto sacramental alegórico

Pedro Calderón de la Barca

http://ww.edu.mec.gub.uy/biblioteca_digital/libros/c/Calderon%20de%20la%20Barca%20-%20El%20gran%20teatro%20del%20mundo.pdf

 

Frases de Paulo Autran

“Não adianta ficar lamentando a perda da juventude nem a mortalidade. O que importa é continuar trabalhando e criando”.

“Todo preconceito é fruto da burrice, da ignorância, e qualquer atividade cultural contra preconceitos é válida.”

 

“A amizade é um amor que nunca morre”.

Mário Quintana

 

“A música é feita com a mesma substância da alma e ambas igualmente expressam a razão por trás da existência”.

Arthur Schopenhauer

 

“Para mim, a vida é a miniatura do teatro. Ele a aumenta, embeleza, sublima”.

Procópio Ferreira

 

“Amar é… sorrir por nada e ficar triste sem motivos, / é sentir-se só no meio da multidão, / é o ciúme sem sentido, / o desejo de um carinho; / é abraçar com certeza e beijar com vontade, / é passear com a felicidade, / é ser feliz de verdade!

Albert Camus

pensamento

“Afeição é o mais generoso princípio do que é bom na vida”.

George Eliot (Mary Ann Evans)

Bom divertimento!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s