Dicas da Nanda Rovere – o que não dá é para ficar em casa!

aa

O espetáculo O Semeador agora com  Flavio Galvão no elenco

A peça de Gabriel Chalita fala de amizade, solidão, respeito, desilusão, choque de gerações e educação.

Na véspera de Natal, um professor aposentado, Rodolfo, espera a visita de seu filho, que, na verdade, não aparecerá.

Paulo, seu ex-aluno, vizinho e também professor, toca a campainha, mas num primeiro momento a sua visita não é bem aceita por Rodolfo, um homem amargurado, desiludido.

O público acompanha o diálogo entre esses dois professores, com diferentes experiências de vida.

Aos poucos, Paulo consegue que Rodolfo repense sobre a sua vida e mude alguns de seus conceitos.

Segundo o autor, e também professor, Gabriel Chalita, o objetivo foi homenagear os professores: “Esta peça nasceu do desejo de partilhar o que aprendi com os meus professores e com o meu professar nas salas de aula em que tenho a oportunidade de estar. Uma homenagem aos professores. Uma homenagem à prosa dos que se permitem prosear, ao enlaçar das mãos, ao caminhar juntos”, conclui o autor.

O diretor Hudson Glauber declara:  “A peça aborda a solidão e como ela pode ser superada, trazendo um sopro de esperança jornada adentro.”.

MuBE Nova Cultural  (192 lugares)

Avenida Europa, 218. Entrada pela Rua Alemanha, 221

Informações: 4301.7521 / http://mubenovacultural.com.br

Abertura da casa: 2h antes do espetáculo

Formas de pagamento: dinheiro, cartões de debito e crédito Visa e Master.

Estacionamento com manobrista: R$ 25

Vendas: (11) 4003.1212 e www.ingressorapido.com

Duração: 70 minutos

Recomendação: 12 anos

Gênero: drama

Temporada: até 05 de Junho

Sexta e Sábado às 21h30 | Domingo às 18h00

Ficha Técnica:

Autor Gabriel Chalita

Diretor Hudson Glauber

Elenco Flavio Galvão e Antonio Motta

Co Diretor Josemir Kowalick

Cenógrafo Chico Spinosa e Kimiko Kashiwaya

Figurinista Ligia Breternitz

Iluminador Rodrigo Alves (Salsicha)

Trilha Sonora Fábio Sá

Diretor de Produção Daniel Torrieri Baldi

Produtor Executivo Gabriel de Souza

Preparadora Corporal Leo Sgarb

Assistente de Produção Marcelo Santiago

Administrador Maristela Bueno

Assessoria de Imprensa Morente Forte

Designer Gráfico e Fotógrafo Francisco Junior

Realização Seta Produções

Co-Produção Desembuxa Entretenimento

3e3w

Playground

Inédita no Brasil, a peça Playground, do americano Rajiv Joseph, propõe um mergulho na condição humana.

Em cena, Daniel e Karina (Mateus Monteiro e Lara Hassum) vivem uma história de amor pouco convencional que começa na infância, aos oito anos de idade, e chega à maturidade.

Claro que no início o que existe é uma amizade, mas no decorrer dos anos, após anos de distância, o vínculo entre os personagens fica cada vez mais profundo.

O público acompanha a trajetória de Daniel e Karina no decorrer de 30 anos. Eles se encontram sempre em momentos trágicos, desde acidentes até morte.

Ficha Técnica:

Texto: Rajiv Joseph. Direção: Marco Antônio Pâmio. Assistente de Direção: Gonzaga Pedrosa. Cenário e Figurino: Cassio Brasil. Assistente de Figurino: Júnior Santana. Iluminação: Aline Santini. Trilha Sonora: Gregory Slivar. Elenco: Lara Hassum e Mateus Monteiro. Produção Executiva: Larissa Barbosa. Direção de Produção: André Canto. Produtores Associados: Lara Hasum e Mateus Monteiro. Produção: Canto Produções.

Serviço:

Viga Espaço Cênico – Rua Capote Valente, 1232

Sala Viga

Temporada de 24 apresentações de 08/04 a 29/05.

Sextas às 21h30, sábados às 21h e domingos às 19h

Ingressos: R$ 40,00

Duração: 80 minutos

Censura: 12 anos

Lotação: 80 lugares

Também foi publicado no www.deolhonacena.com.br

A minha crítica:

http://www.deolhonacena.com.br/index.php?pg=3a1b&sub=25#linha

ww332

Virada Cultural 2016

Entre os dias 20 e 22 de maio acontece a 12ª edição da Virada Cultural 2016 em São Paulo

Serão 24 horas de programação, que vão começar às 18h do sábado (21) para terminar apenas às 18h do domingo (22), com grandes nomes da música nacional espalhados pela capital paulista.

Os eventos serão todos gratuitos e com acesso por ordem de chegada.

Nessa edição, alguns eventos acontecerão na sexta-feira (20). Entre às 17h00 e 23h00 acontecerá um happy hour gratuito na imediações da Avenida Ipiranga e a Praça da Sé, com 12 pontos espalhados de atrações musicais e artísticas.

http://www.viradacultural.prefeitura.sp.gov.br/

Virada Cultural Paulista

Junto com a Virada Cultural, vai acontecer concomitantemente a Virada Cultural Paulista, que contará com eventos por todo o estado.

Comemorando sua 10ª edição, a Virada Cultural Paulista 2016 acontecerá nos dias 14, 15, 21, 22, 28 e 29 de maio.

As cidades que vão receber serão Araçatuba, Araraquara, Assis, Bauru, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Franca, Ilha Solteira, Indaiatuba, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Pedro, Santa Bárbara D’Oeste, Santos, São João da Boa Vista, Sorocaba, Taubaté e Votuporanga.

CPM 22, Mart’Nalia, Projota, Zelia Duncan, Tiê, Arnaldo Antunes e NX Zero estão entre os participantes.

http://www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br/

sww

Memórias de Adriano no Rio

A peça, baseada na obra-prima da autora Marguerite Yourcenar  (França em 1951), é montada pela primeira vez no Brasil.

No palco, o ator  Luciano Chirolli vive o imperado Adriano (76 d.C 138 d.C), que, doente, escreve para o seu filho adotivo e sucessor, Marco Aurélio. Na carta, ele expõe as suas reflexões sobre a vida, o amor, a amizade, o poder, a guerra e o dinheiro.

O objetivo é preparar o seu filho para ser um bom governante.

FICHA TÉCNICA

Idealização: Felipe Lima

Adaptação Dramatúrgica: Thereza Falcão

Direção: Inez Viana

Diretora Assistente: Marta Paret

Elenco: Luciano Chirolli

Músico: Marcello H

Direção de Produção: Mariana Serrão

Cenografia: Aurora dos Campos

Iluminação: Tomás Ribas

Trilha Sonora: João Callado e Marcello H

Figurino: Juliana Nicolay

Arte Gráfica: Flavio Albino

Fotos: Daryan Dornelles

Preparação Corporal: Márcia Rubin

Assessoria de Imprensa: Bianca Senna e Paula Catunda

Consultoria Histórica: Claudia Beltrão

Produção Executiva: Arilson Lucas

Assistência de Produção: Carlos Darzé

Assistência de Figurino: Camila Cunha

Estagiária de Produção: Luiza Martinez

Gestão das Leis de Incentivo: Natália Simonete

Realização: Sevenx Produções Artísticas e A Coisa Toda Produções

SERVIÇO

Espetáculo: Memórias de Adriano

Temporada: De 15 de abril a 15 de maio de 2016

Local: Espaço Sesc (Sala Multiuso)

Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana

Informações: (21) 2548-1088

Dias e horários: De sexta a domingo. Sexta e sábado, às 19h. Domingo, às 18h.

Capacidade: 60 lugares. Acesso para deficientes físicos.

Ingressos: R$  20 (inteira) e R$  10 (meia).

Duração: 60 minutos.

Classificação indicativa: 16 anos.

Gênero: Drama.

swds3e

 

Hilda Hilst

Do desejo
(trechos)

I

Porque há desejo em mim, é tudo cintilância.
Antes, o cotidiano era um pensar alturas
Buscando Aquele Outro decantado
Surdo à minha humana ladradura.
Visgo e suor, pois nunca se faziam.
Hoje, de carne e osso, laborioso, lascivo
Tomas-me o corpo. E que descanso me dás
Depois das lidas. Sonhei penhascos
Quando havia o jardim aqui ao lado.
Pensei subidas onde não havia rastros.
Extasiada, fodo contigo
Ao invés de ganir diante do Nada.

IV

Se eu disser que vi um pássaro
Sobre o teu sexo, deverias crer?
E se não for verdade, em nada mudará o Universo.
Se eu disser que o desejo é Eternidade
Porque o instante arde interminável
Deverias crer? E se não for verdade
Tantos o disseram que talvez possa ser.
No desejo nos vêm sofomanias, adornos
Impudência, pejo. E agora digo que há um pássaro
Voando sobre o Tejo. Por que não posso
Pontilhar de inocência e poesia
Ossos, sangue, carne, o agora
E tudo isso em nós que se fará disforme?

V

Existe a noite, e existe o breu.
Noite é o velado coração de Deus
Esse que por pudor não mais procuro.
Breu é quando tu te afastas ou dizes
Que viajas, e um sol de gelo
Petrifica-me a cara e desobriga-me
De fidelidade e de conjura. O desejo
Este da carne, a mim não me faz medo.
Assim como me veio, também não me avassala.
Sabes por quê? Lutei com Aquele.
E dele também não fui lacaia.
Os versos acima foram publicados no livro “Do desejo”, Editora Pontes – Campinas (SP), 1992, e foram extraídos do livro “Os cem melhores poemas brasileiros do século”, editora Objetiva — Rio de Janeiro, 2001, pág. 289, uma seleção de Ítalo Moriconi.

Saiba tudo sobre a autora e sua obra visitando a página “Biografias

http://www.hildahilst.com.br/

 

Sobre a escritora:

Hilda Hilst (1930-2004) foi  uma ficcionista, cronista, dramaturga e poeta brasileira, considerada pela crítica especializada como uma das maiores escritoras em língua portuguesa do século 20.

Iniciou sua produção literária em São Paulo, com o livro de poemas Presságio (1950).

Estreou na dramaturgia em 1967 e na ficção em 1970, com Fluxo Floema. Segundo o crítico Anatol Rosenfeld, “Hilda pertence ao raro grupo de artistas que conseguiu qualidade excepcional em todos os gêneros literários a que se propôs — poesia, teatro e ficção”.

Em 1965, mudou-se para Campinas e iniciou a construção da Casa do Sol, nas terras de sua mãe, para ser um porto seguro de sua criação.

É na Casa do Sol que Hilda dedica-se exclusivamente ao trabalho literário, realizando ali mais de 80% de sua obra.

Hilda Hilst, dona de uma linguagem inovadora e abrangente, produziu mais de quarenta títulos entre poesia, teatro e ficção e escreveu por quase 50 anos, tendo sido agraciada com os mais importantes prêmios literários do Brasil.

Criadora de textos em que Atemporalidade, Real e Imaginário se fundem e os personagens mergulham no intenso questionamento dos significados, buscando compreensão e encontro do essencial, Hilda retrata sem cessar a frágil e surpreendente condição humana.

 

Dez chamamentos ao amigo

Hilda Hilst

Se te pareço noturna e imperfeita

Olha-me de novo. Porque esta noite

Olhei-me a mim, como se tu me olhasses.

E era como se a água

Desejasse

 

Escapar de sua casa que é o rio

E deslizando apenas, nem tocar a margem.

 

Te olhei. E há tanto tempo

Entendo que sou terra. Há tanto tempo

Espero

Que o teu corpo de água mais fraterno

Se estenda sobre o meu. Pastor e nauta

 

Olha-me de novo. Com menos altivez.

E mais atento.

(I)

[Poesia: 1959-1979 – São Paulo: Quíron; (Brasília): INL, 1980.]

Soares Feitosa, dez anos

 

Árias Pequenas. Para Bandolim

Hilda Hilst
Antes que o mundo acabe, Túlio,
Deita-te e prova
Esse milagre do gosto
Que se fez na minha boca
Enquanto o mundo grita
Belicoso. E ao meu lado
Te fazes árabe, me faço israelita
E nos cobrimos de beijos
E de flores

Antes que o mundo se acabe
Antes que acabe em nós
Nosso desejo.
(Júbilo Memória Noviciado da Paixão(1974) – Árias Pequenas. Para Bandolim – XI)
(Poesia: 1959-1979 – São Paulo: Quíron; [Brasília]: INL, 1980.).

 

Poemas aos Homens do nosso tempo
Hilda Hilst

Amada vida, minha morte demora.
Dizer que coisa ao homem,
Propor que viagem? Reis, ministros
E todos vós, políticos,
Que palavra além de ouro e treva
Fica em vossos ouvidos?
Além de vossa RAPACIDADE
O que sabeis
Da alma dos homens?
Ouro, conquista, lucro, logro
E os nossos ossos
E o sangue das gentes
E a vida dos homens
Entre os vossos dentes.

***********

Ao teu encontro, Homem do meu tempo,
E à espera de que tu prevaleças
À rosácea de fogo, ao ódio, às guerras,
Te cantarei infinitamente à espera de que um dia te conheças
E convides o poeta e a todos esses amantes da palavra, e os outros,
Alquimistas, a se sentarem contigo à tua mesa.
As coisas serão simples e redondas, justas. Te cantarei
Minha própria rudeza e o difícil de antes,
Aparências, o amor dilacerado dos homens
Meu próprio amor que é o teu
O mistério dos rios, da terra, da semente.
Te cantarei Aquele que me fez poeta e que me prometeu

Compaixão e ternura e paz na Terra
Se ainda encontrasse em ti, o que te deu.

(Júbilo Memória Noviciado da Paixão(1974) – Poemas aos Homens do nosso Tempo – IX)
[in Poesia: 1959-1979/ Hilda hilst. – São Paulo: Quíron; (Brasília): INL, 1980.]
Bom divertimento!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s