Chegou o dia das dicas culturais da Nanda Rovere

© Joao Caldas Fº
© Joao Caldas Fº

Melissa Vettore interpreta a bailarina Isadora Duncan no teatro

Em Isadora, a atriz coloca em evidência a criação artística como alimento da vida.

A história está focada nos últimos dias de Isadora em Nice, na França, quando ela volta de um conturbado período vivendo na Rússia (antes de sofrer um acidente fatal).

Num quarto de hotel, a artista, interpretada por Melissa Vettore, conhece Henry(Daniel Dantas), um misterioso e inteligente editor interessado em publicar seu Livro de Memórias.

Num clima de suspense, com humor ácido e sedução, eles estabelecem um jogo de provocações e Isadora se mostra uma pessoa solitária e frágil, diferente de seu posicionamento como bailarina,artista provocante e libertária.

Através desse encontro, a artista revive a sua juventude ao lado dos irmãos (Roberto Alencar e Patrícia Gasppar).

O texto é a fusão da tradução e adaptação das cartas, biografias e manuscritos da artista, além da releitura de algumas das suas coreografias. Mellisa assina a dramaturgia, com colaboração de Elias Andreato e Daniel Dantas,  e Elias é o responsável pela direção.

Merecem atenção no espetáculo: as composições corporais e coreografias, buscando a atualidade da ‘dança de Duncan’, com coreografias de Renata Melo; as músicas cantadas ao vivo e a trilha sonora, especialmente composta por Jonatan Harold e projeções de imagens num cenário contemporâneo de Marco Lima.

Para quem não conhece a trajetória de Isadora Duncan(fonte Morente Forte): foi percursora da dança moderna e se negou a comercializar o corpo da mulher na dança. Empenhada emconstruir uma ‘nova escola’ para crianças, partiu com seus irmãos dos EUA rumo à Europa e Rússia.

Ficha Técnica

DIREÇÃO: Elias Andreato

DRAMATURGIA: Melissa Vettore

COLABORAÇÃO DRAMATÚRGICA: Elias Andreato e Daniel Dantas

ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: André Acioli

ELENCO: Daniel Dantas (participação especial), Melissa Vettore, Roberto Alencar e Patrícia Gasppar

PIANO AO VIVO: Jonatan Harold

ILUMINAÇÃO: Wagner Freire

CENÁRIO: Marco Lima

FIGURINO: Marichilene Artisevskis

TRILHA SONORA: Jonatan Harold

DIREÇÃO DE MOVIMENTO e PREPARAÇÃO CORPORAL: Renata Melo

PESQUISA COREOGRAFIAS ISADORA DUNCAN: Melissa Vettore

CRIAÇÃO COREOGRAFIAS: Renata Melo, Roberto Alencar, Melissa Vettore, Patrícia Gasppar e André Acioli

PRODUÇÃO DE IMAGENS EM VIDEO: Marco Vettore

VIDEOS: Raimo Benedetti Estúdio B

FOTOGRAFIA: João Caldas

DESENHO GRÁFICO: Simone Drago

ASSESSORIA DE IMPRENSA: Morente Forte

ADMINISTRAÇÃO: Sonia Odila

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Keila Mégda Blascke

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Selene Marinho – Radar Cultural

IDEALIZAÇÃO: Elias Andreato e Melissa Vettore

PRODUÇÃO e REALIZAÇÃO: Dramática Produções Artísticas – MelissaVettore

PATROCINIO: PORTO SEGURO e VIVO

Serviço:

Auditório MASP Unilever (374 lugares)

Avenida Paulista, 1578

Informações: (11) 3149 5959

Bilheteria: Terça a domingo: das 10h às 17h30. Quinta-feira: das 10h às 19h30. Em dias de espetáculo nos Auditórios, a bilheteria funcionará até o horário de início da apresentação. Aceita dinheiro, débito e crédito a vista. Desconto de 50% para clientes Porto Seguro e Vivo Valoriza. Estacionamento Conveniado: PROGRESS PARK Avenida Paulista, 1636 / CAR PARK Alameda Casa Branca, 41

Vendas: http://www.masp.org.br e http://www.ingressorapido.com.br

Sexta e Sábado às 21h | Domingo às 20h

Ingressos:

R$ 40

Duração: 75 minutos

Classificação: 12 anos

Temporada: até 31 de Julho

240_0

CHUVA NÃO. TEMPESTADE!

Para a criação do texto, que fala de duas mulheres que se apaixonam pelo mesmo homem (interpretadas por Cynthia Falabella e Natalia Gonsales), o autor Franz Kepplerse inspirou em duas mulheres de força e personalidade, Simone de Beauvoir e Teresa D´Avila.

O objetivo é promover uma reflexão sobre o papel da mulher na sociedade através de questões como feminismo, religiosidade e opressão.

Na trama, Simone (Natalia Gonsales) é uma empresária bem sucedida e recebeu este nome porque sua mãe defendia os ideais feministas de Simone de Beauvoir (1098-1986).

A outra mulher da história é a cabelereira Teresa (Cynthia Falabella), uma mulher simples e de poucos recursos, que ganhou o nome da santa Teresa D´Avila (1515-1582).

Tereza se apaixona por Hugo e mesmo sabendo que ele tem outra pessoa e que pretendem se casar, ela investe na relação. Tereza acaba descobrindo a traição.

No dia do casamento, Simone vai se arrumar de propósito no salão de beleza. O destino faz com que Simone fique presa no salão, devido a uma tempestade.

A partir desse momento, o público acompanha um jogo instigante. Simone estabelece com Tereza um diálogo recheado de lirismo e suspense, com o objetivo de descobrir detalhes sobre a sua vida.

“A cidade está sendo destruída pela chuva, mas parece que nada daquilo importa. O que interessa para elas é só aquele momento, o que estão vivendo. É como uma metáfora, certa apatia com relação a tudo que está acontecendo. A gente fica tão focada nos problemas, com as nossas coisas, que acaba não se preocupando com o que está ao nosso redor”, fala Franz Keppler.

Para o diretor Rafael Primot, a peça trata de questões de relacionamentos humanos e de como as pessoas se comportam quando estão numa relação. “O diferencial é que a gente trabalha no campo do real, do que se diz socialmente, e daquilo que as pessoas pensam ou gostariam de dizer e não têm coragem. Minha função é dar voz a esse texto e asas para imaginação das atrizes, para juntos, criarmos e potencializarmos o que o texto propõe”, explica Primot.

 

Simone por Natalia Gonsales

“Simone, uma mulher contemporânea, empresária, herdeira dos negócios do pai. Profissionalmente é muito determinada, divide o tempo entre o trabalho e a relação amorosa. Mesmo interessada pelos escritos da filósofa Simone de Beauvoir, valoriza os laços matrimoniais, sendo, assim, capaz de suportar tudo para não perder o homem que ama.”

 

Teresa por Cynthia Falabella

“A Teresa é uma mulher forte e trabalhadora. Solitária. Tem um salão de beleza em sua própria casa. É uma ótima profissional. Foi criada vendo sua mãe trabalhando e seu pai foi embora cedo de casa. Ela tem um namorado secreto, um amante, pois o Hugo é comprometido com outra pessoa. Ela aceita essa situação, mas num dia de chuva, ou melhor, tempestade, ela recebe a visita de Simone.”

 

Ficha Técnica:

Autor: Franz Keppler. Direção: Rafael Primot. Assistente de Direção: Guilherme Mazzei. Elenco: Cynthia Falabella e Natalia Gonsales. Participação: Guilherme Mazzei. Trilha Sonora: Marcelo Pelegrini. Luz e Cenário: Marisa Bentivegna. Assistente de Cenografia: Amanda Vieira. Cenotécnico: Cezar Resende. Figurino: Camila Amadei. Operador de Som: Caio Nogueira. Operador de Luz: Aldrey Hibbeln. Contra Regra: Paulo Travassos. Assessoria de Imprensa: Adriana Balsanelli. Projeto Gráfico: Kelson Spalato. Jurídico: Marisa Tomazela. Financeiro: Natacha Mendonça. Direção de Produção: Marco Griesi. Produção Executiva: Fernando Azevedo. Realização: Tua Produções.

Para serviço:

CHUVA NÃO. TEMPESTADE! – Estreia dia 11 de maio, quarta-feira, às 21h, no Teatro Eva Herz.

Temporada: Quartas e quintas-feiras, às 21h, até 30 de junho.

Dia 26/05 (Feriado Corpus Christi) sessão às 18h.

Ingressos: R$ 50,00.

Duração: 70 minutos.

Classificação indicativa: 12 anos.

Capacidade: 168 lugares (quatro lugares para cadeirantes).

TEATRO EVA HERZ – Livraria Cultura, Conjunto Nacional- Av. Paulista, 2.073 – Bela Vista.

Bilheteria: Terça a sábado, das 14h às 21h; domingo, das 12h às 19h.

Informações: (11) 3170-4059.

Vendas Ingresso Rápido.

13407246_1141035135946900_3639018025207357176_n

Rio de Janeiro:

Nós, com o Grupo Galpão

Enquanto preparam uma sopa, personagens tratam de questões como guerra, violência, intolerância.

No dia 17 de junho, sexta-feira, o Grupo Galpão estreia o espetáculo às 21h, no Teatro Sesc Ginástico (Av. Graça Aranha, 187, Centro).

O grupo mineiro segue em temporada de seu novo trabalho, com direção de Marcio Abreu, até 10 de julho, de quarta a sábado, às 19h, e domingo, às 18h.

Classificação indicativa: 16 anos. Duração: 90 minutos. Gênero: Teatro Contemporâneo. Informações para o público: (21) 2279 4027 ou pelo site www.grupogalpao.com.br.

-1465408708.5711_450_300

E mais:

 A Univates leva a Lajeado/RS  a conhecida peça shakespeariana “Macbeth”

Thiago Lacerda, Luisa Thiré,  Ana Kutner, André Hendges, Fábio Takeo, Felipe Martins, Lourival Prudêncio, Lui Vizotto, Marco Antônio Pâmio, Marcos Suchara, Rafael Losso, Stella de Paula e Sylvio Zilber.

Elenco excelente. Thiago está muito bem como Macbeth. Leva para o palco toda a angústia e ambição desse personagem.

Sinopse:

Macbeth, um general corajoso, ao voltar triunfante da guerra, encontra três mulheres misteriosas, feiticeiras, que lhe fazem a seguinte profecia: Macbeth será, em um futuro próximo, rei da Escócia. A ambiciosa Lady Macbeth, esposa de Macbeth, ao ficar sabendo da profecia, instiga seu marido a matar Duncan, o atual rei.

Serviço

Quando: 26 de junho

Horário: 18h

Onde: o Teatro Univates localiza-se na Rua Avelino Tallini, 171, bairro Universitário, Lajeado.

Duração: 110 minutos

Classificação etária: 14 anos

Gênero: Tragédia

Investimento – Valores:

Plateia baixa, plateia alta e mezanino – R$ 80,00

Plateia baixa, plateia alta e mezanino (meia entrada) – R$ 40,00

Realização: Univates

 evento975_banner

E Em Porto Alegre – antes de Lajeado
17 de junho de 2016

Sexta-Feira

21:00

http://www.teatrodobourboncountry.com.br/programacao.php?id=975_MEDIDA+POR+MEDIDA

Macbeth

18 de junho

Sábado

21h00

http://www.teatrodobourboncountry.com.br/programacao.php?id=977_MACBETH

Flag_of_Angola.svg

Poetas Angolanos

 

Alda Lara

 

Rumo

É tempo, companheiro!

Caminhemos …

Longe, a Terra chama por nós,

e ninguém resiste à voz

Da Terra …

Nela,

O mesmo sol ardente nos queimou

a mesma lua triste nos acariciou,

e se tu és negro e eu sou branco,

a mesma Terra nos gerou!

Vamos, companheiro …

É tempo!

Que o meu coração

se abra à mágoa das tuas mágoas

e ao prazer dos teus prazeres

Irmão

Que as minhas mãos brancas se estendam

para estreitar com amor

as tuas longas mãos negras …

E o meu suor

se junte ao teu suor,

quando rasgarmos os trilhos

de um mundo melhor!

Vamos!

que outro oceano nos inflama.. .

Ouves?

É a Terra que nos chama …

É tempo, companheiro!

Caminhemos ..

 

Ana Paula Ribeiro Tavares

Remetido por J. A. S. LOPITO FEILOÓ K. – jvmendes@dglnet.com.br

 

A Abóbora Menina

Tão gentil de distante, tão macia aos olhos

vacuda, gordinha,

de segredos bem escondidos

estende-se à distância

procurando ser terra

quem sabe possa

acontecer o milagre:

folhinhas verdes

flor amarela

ventre redondo

depois é só esperar

nela desaguam todos os rapazes.

 

Manuel Lima

São Meus Estes Rios

 

São meus estes rios

que buscam caminho

rastejando entre luar e silêncio,

sombra e madrugada,

até ao seu fim marítimo.

A minha alma está neles,

líquida e sonora

como a água entre o quissange das pedras,

o anoitecer nas fontes.

Tenho rios vermelhos e quentes

na minha dimensão física,

rios remotos, remotos como eu.

 

Jorge Macedo

Nos pés do recomeço

 

1

na cidade

nos pés

o recomeço

vai-se

é-se

reconstrutivo

a parede

demolida

revém

no contorno

do

dia

 

2

as esquinas

de tudo

entornam

seus rostos

de tempo

emerso

no sol todos os dias outro

3

crescendo

cres

cen

do

crescentes

crescem

acrescendo

rosas

chaminés

 

crescendo

no elã

guindastes

creem

branco rosar

rosamão

fumo não

caracóis

sim rosas

 

4

a cidade

nome

doutro oceano

é mais

líquida

vertiginosa

enchente

 

5

no elã de guindastes

semeando

hastes

no tamanho

das ânsias

 

 

o despertar

o loiro

estua

os barcos

guindados

para a dimensão rósea das rotas

http://www.jornaldepoesia.jor.br/

 

Boa diversão! Bom passeio!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s