Grupo Formosura apresenta a peça “Frei Tito: vida, paixão e morte” no espaço Club Noir em São Paulo

IMG_9428 (1)

Grupo Formosura apresenta a peça “Frei Tito: vida, paixão e morte” no espaço Club Noir em São Paulo

 

No palco a arte revela a história, a política, a vida. Em cena, a interpretação de quatro atores e um multi-instrumentista. Neste cenário, o Grupo Formosura de Teatro de Fortaleza-CE, com 30 anos de atividades, apresenta “Frei Tito: Vida, Paixão e Morte”, a biografia de um dos maiores símbolos de resistência na luta contra o regime militar, que no último mês de setembro completaria 70 anos em vida.

IMG_9487

A ideia do grupo cearense de circular com o espetáculo nos locais em que Frei Tito, passou em vida, antes de ir para o exílio, se concretizou. A peça com classificação etária de 12 anos, já passou pelo Teatro Apolo de Recife-PE; no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília; no Galpão Cine Horto em Belo Horizonte; e no nos próximos dias 21, 22, 23 e 24 de julho, em uma sessão, no horário das 19 horas, se apresenta no Club Noir, rua Augusta, 331, Consolação, São Paulo, finalizando o circuito do projeto premiado pela FUNARTE Myrian Muniz/2014 para circulação da peça.

O espetáculo uma reedição da peça escrita no final dos anos 80 teve montagem realizada pelo grupo Formosura, no ano de 2013, e texto, um gênero de reportagem teatral, do premiadíssimo ator, diretor e dramaturgo Ricardo Guilherme e direção artística da talentosa atriz Graça Freitas. No elenco, os atores Willian Mendonça, Leonardo Costa, Maria Vitória e a direção musical de Rami Freitas.

QUEM SOMOS – Oriundo do grupo Independente de Teatro Amador – “GRITA”, nasce em 1985, no cenário artístico cearense, o Grupo Formosura de Teatro. Em sua bagagem a herança trazida do GRITA, com as montagens de Morte e Vida Severina, de João Cabral de Melo Neto, O Evangelho Segundo Zebedeu de César Vieira, Fala Favela de Adriano Spínola, O Pão, O Caldeirão, O Filho do Herói, os três trabalhos de autoria de Oswald Barroso. Sob a direção artística de José Carlos Matos (falecido em 1982) O GRITA propôs-se à importante tarefa de vincular o teatro à arte da periferia e aos movimentos sociais urbanos.

IMG_9263

SOBRE FREI TITO – Tito de Alencar Lima nasceu em setembro de 1945 e morreu em agosto de 1974, aos 28 anos. Frade dominicano, ele e outros companheiros ajudavam guerrilheiros comandados por Carlos Marighella durante a ditadura. Foram presos, torturados e exilados. O frade cearense foi o primeiro a denunciar, por documento, as torturas que aconteciam em operações militares. “Angustiava-me a possibilidade de os outros padres sofrerem o mesmo. Era preciso pôr um fim àquilo. Só havia uma solução: matar-me”, disse frei Tito em carta redigida dentro do presídio.

FICHA TÉCNICA:

Autor do Texto: Ricardo Guilherme

Diretora Artística:  Graça Freitas – contato: (85) 99946.6198 (TIM) / 85.98509.3608 (OI)

Elenco: Leonardo Costa, William Mendonça e Maria Vitória

Direção Musical: Rami Freitas

Montagem:  Grupo Formosura de Teatro

Classificação: 12 anos

SERVIÇO: Peça “Frei Tito: Vida, Paixão e Morte”. Local: Club Noir na rua Augusta, 331, Consolação, SP. Dias: 21, 22, 23 e 24 e julho. De quinta a domingo. Sessão: das 19 horas. Inteira: R$ 20,00. Meia: R$ 10,00. Classificação: 12 anos

Ingressos antecipados: www.sympla.com.br

Assessoria de Imprensa Nacional – No Ceará – DÉGAGÉ – 85. 3252.5401-

Eugenia Nogueira (85) 99989.3913 – Sônia Lage (85) 99989.5876

www.degage.com.br / degage@degage.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s